Busca avançada
Ano de início
Entree

O uso das características perceptivas da fala e as dimensões do orifício velofaríngeo na previsão da função velofaríngea.

Processo: 13/17315-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 15 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Renata Paciello Yamashita
Beneficiário:Rafaeli Higa Scarmagnani
Instituição Sede: Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/20978-8 - Avaliação perceptiva das características de fala em indivíduos com fissura de palato reparada, BE.EP.DR
Assunto(s):Insuficiência velofaríngea   Rinomanometria   Fala
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Fala | fissura de palato | Insuficiência velofaríngea | Rinomanometria | Fonoaudiologia

Resumo

Introdução: Indivíduos com fissura labiopalatina podem apresentar alterações de fala decorrentes da disfunção velofaríngea (DVF), a qual acarreta sintomas de fala específicos na dependência de sua gravidade. Objetivo: Elaborar um protocolo para a classificação da função velofaríngea, cujas categorias sejam baseadas na combinação das características de fala decorrentes da DVF, aferidas na avaliação perceptivo-auditiva da fala e sua correspondência com a medida objetiva da dimensão do orifício velofaríngeo. Espera-se, com este protocolo que, a partir da presença ou ausência e do grau das características de fala, aferidas perceptivamente, o profissional fonoaudiólogo possa prever a função velofaríngea do paciente, facilitando, assim, a indicação do tratamento mais adequado. Metodologia: Serão avaliados, aproximadamente 80 pacientes, com fissura de palato já reparada, com idade acima de 6 anos. Os pacientes serão submetidos à avaliação aerodinâmica da fala para classificação da função velofaríngea, a partir da medida da área velofaríngea aferida durante a fala. Em seguida, os pacientes serão submetidos a dois registros de gravação audiovisual de amostra de fala para o registro da hipernasalidade, emissão de ar nasal audível, ronco nasal, fraca pressão intraoral, articulação compensatória e mímica facial; e para o registro do teste do espelho. As amostras serão editadas e, posteriormente analisadas por três fonoaudiólogas para classificação dos sintomas de fala, por meio de consenso. O coeficiente de correlação de Spearman será utilizado para investigar a correlação entre as características perceptivas da fala e a classificação da função velofaríngea.Um modelo de regressão logística com essas variáveis será elaborado e testado a fim de se verificar sua aplicabilidade na previsão da falha velofaríngea. Os testes estatísticos serão analisados adotando-se nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SCARMAGNANI, Rafaeli Higa. Elaboração de um instrumento para predizer o fechamento velofaríngeo com base nas características de fala e sua correspondência com as dimensões do orifício velofaríngeo. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB/SDB) Bauru.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.