Busca avançada
Ano de início
Entree

Curso temporal das alterações autonômicas e metabólicas na hipertensão por sobrecarga de frutose: papel do barorreflexo

Processo: 13/23418-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria Claudia Costa Irigoyen
Beneficiário:Fernando dos Santos
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia cardiovascular   Síndrome metabólica   Hipertensão   Frutose   Barorreflexo   Modelos animais

Resumo

Apesar de nos últimos anos observar-se um declínio nas taxas de mortalidade por Doença Cardiovascular (DCV) nos países industrializados, as doenças do aparelho circulatório ainda são uma das principais causas de morte nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, inclusive no Brasil. Entre os principais fatores de risco para DCV encontramos o fumo, obesidade, hipertensão arterial, disposição hereditária, inatividade física, má alimentação e diabetes. A associação desses fatores de risco geralmente está relacionada com alterações fisiológicas como deposição central de gordura, resistência à insulina, entre outros, caracterizando este quadro como Síndrome Metabólica (SM), que por seu turno, praticamente duplica o risco para a DCV. Dentre os fatores que podem contribuir para o estabelecimento da SM estão os maus hábitos alimentares, evidenciados pelo maior consumo de calorias, es-pecialmente de açúcar refinado e de frutose. De fato, existem evidências de que o consumo de frutose pode induzir ganho de peso, redução da sensibilidade à insulina, dislipidemia e aumento da pressão arterial em seres humanos e em animais. Embora se saiba que essas alterações têm sido acompanhadas de mudanças na modulação autonômica com redução da atividade parassimpática, aumento da atividade simpática para o coração e atenuação da sensibilidade do barorreflexo, não se conhece bem se elas ocorreriam antes, durante ou após o estabelecimento das alterações metabólicas. Essa informação poderia fornecer importantes subsídios para intervenções precoces e mais eficientes no manejo dessa síndrome e de suas consequências. Neste projeto testaremos a hipótese de que as alterações da modulação autonômica estão temporalmente associadas com as alterações metabólicas da hipertensão induzida pela sobrecarga de frutose, podendo ocorrer até mesmo antes do estabelecimento das mesmas. Adicionalmente, verificaremos se a disfunção barorreflexa potencializa o aparecimento das mudanças metabólicas e hemodinâmicas já descritas pelo consumo de frutose. Serão utilizados ratos Wistar machos, divididos em 4 grupos (n=8): controle (C), frutose (F), desnervado (D) e desnervado+frutose (DF). Os animais serão instrumentados com sensores para medidas da pressão arterial (PA) e frequência cardíaca (FC) por telemetria. Após a implantação e a recuperação dos animais, os registros serão iniciados com um protocolo de 5 minutos em cada hora durante 90 dias. Todos os animais serão registrados antes e após as intervenções, com exceção do grupo controle. As variabilidades da PA e da FC serão analisadas no domínio do tempo e da frequência (transformada rápida de Fourier) durante esses períodos de tempo. Amostras de sangue e avaliações em gaiolas metabólicas serão realizadas no curso temporal do protocolo experimental. Ao final dos experimentos, os animais serão decapitados e os tecidos armazenados para análises imunohistoquímica e molecular. Dessa forma, avaliaremos, numa abordagem temporal, a hipótese de que o sistema nervoso autônomo pode ter uma participação importante nas alterações metabólicas induzidas pela sobrecarga de frutose. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, FERNANDO; MORAES-SILVA, IVANA C.; MOREIRA, EDSON D.; IRIGOYEN, MARIA-CLAUDIA. The role of the baroreflex and parasympathetic nervous system in fructose-induced cardiac and metabolic alterations. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, JUL 20 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.