Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos sítios de glicosilação na termoestabilidade de endoglucanases do fungo termofílico Myceliophthora heterothallica

Processo: 14/00752-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Eleni Gomes
Beneficiário:Carolina Bezerra Bussoli
Supervisor no Exterior: Jose Henrique Pereira
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Lawrence Berkeley National Laboratory, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/00506-9 - Expressão heteróloga de celulases de Myceliophthora heterotalica F.2.1.4 em levedura Pichia Pastoris com a caracterização e purificação das enzimas produzidas, BP.DR
Assunto(s):Celulase   Biologia molecular

Resumo

A celulose encontrada na biomassa lignocelulósica, é o polissacarídeo mais abundante no reino vegetal. A celulose é um homopolímero linear composto por resíduos de D-glicose unidos por ligações glicosídicas do tipo ²-1,4. Esse polímero tem chamado a atenção visto que a partir de hidrólise enzimática é possível obter açúcares fermentecíveis que podem ser diretamente convertidos à etanol de segunda geração e as celulases são enzimas chave deste processo. Muitos microrganismos foram identificados como produtores de celulases, mas os fungos filamentosos têm mostrado características interessantes devido à sua capacidade de secretar algumas destas celulases extracelularmente. O fungo filamentoso termofílico Myceliophthora heterothallica é produtor de endoglucanases termotolerantes, mas não produz quantidades suficientes de endoglucanases endógenas necessárias para o estudo estrutural desta proteína. Assim, sugeriu-se o desenvolvimento de dois sistemas heterólogos de expressão da enzima endoglucanase em Pichia pastoris e em Escherichia coli a fim de avaliar os níveis de expressão e a termoestabilidade de endoglucanases glicosiladas e não-glicosiladas, respectivamente. Além disso, este projeto propõe a resolução da estrutura destas endoglucanases de Myceliophthora heterothallica gerando nova informação para a compreensão da base estrutural da termoestabilidade (AU)