Busca avançada
Ano de início
Entree

Palinotaxonomia de alcantarea (e. morren ex mez) harms, um gênero segregado de vriesea lindl(bromeliaceae juss)

Processo: 13/22881-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Cynthia Fernandes Pinto da Luz
Beneficiário:Valéria Leobina dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Palinologia   Bromeliaceae

Resumo

O objetivo deste trabalho é reconhecer os padrões da morfologia e ultraestrutura polínica de Alcantarea, gênero pertencente à família Bromeliaceae, cujos dados polínicos poderão auxiliar na delimitação de espécies do Brasil. Com esses dados pretende-se auxiliar na resolução de problemas taxonômicos, especialmente na classificação infragenérica e seu relacionamento com Vriesea s.s. Espera-se contribuir para os caracteres diagnósticos do gênero com dados de morfologia polínica e ampliar as informações disponíveis para a análise da filogenia da família, ajudando assim para o avanço do estudo sistemático e morfológico das bromélias.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, VALERIA LEOBINA; DAS GRACAS LAPA WANDERLEY, MARIA; VERSIEUX, LEONARDO M.; PINTO DA LUZ, CYNTHIA FERNANDES. Pollen morphology of Brazilian species of Vriesea (Bromeliaceae, Tillandsioideae). GRANA, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.
DOS SANTOS, VALERIA LEOBINA; VERSIEUX, LEONARDO M.; LAPA WANDERLEY, MARIA DAS GRACAS; PINTO DA LUZ, CYNTHIA FERNANDES. Pollen morphology of Alcantarea giant bromeliads (Bromeliaceae, Tillandsioideae). GRANA, v. 57, n. 1-2, p. 117-136, 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.