Busca avançada
Ano de início
Entree

Regulação cardiocirculatória de camundongos com atenuação ou superexpressão do gene do transportador vesicular da acetilcolina (VAChT): função do parassimpático na insuficiência cardíaca

Processo: 14/01089-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 20 de junho de 2014
Vigência (Término): 19 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Helio Cesar Salgado
Beneficiário:Geisa Cristina Singolani Vaccari Tezini Reis
Supervisor no Exterior: Marco A. M. Prado
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Western University , Canadá  
Vinculado à bolsa:13/06452-0 - Regulação cardiocirculatória de camundongos com atenuação ou superexpressão do gene do transportador vesicular da acetilcolina (VAChT): função do parassimpático na insuficiência cardíaca, BP.PD
Assunto(s):Insuficiência cardíaca   Infarto do miocárdio   Fisiologia cardiovascular

Resumo

Há, ainda hoje, pouco destaque na literatura sobre a participação vagal na manutenção da função cardiovascular na insuficiência cardíaca (Olshansky et al., 2008; Sabbah, 2012). Estudos mostraram que uma hipoatividade parassimpática tem sido identificada como fator de risco, independente, em pacientes com infarto do miocárdio (Kleiger et al., 1987; La Rovere et al., 1998). Assim, o presente estudo visa avaliar, em camundongos geneticamente modificados, os efeitos da atenuação ou da superexpressão do gene transportador vesicular da acetilcolina (VAChT) sobre o perfil hemodinâmico (pressão arterial e freqüência cardíaca) e sobre o controle autonômico cardiovascular e sua repercussão sobre a função parassimpática na insuficiência cardíaca (IC). Para tanto, camundongos serão distribuídos em 03 grupos: Wild-type (WT); knockdown homozigotos para o gene transportador vesicular de acetilcolina (VAChT KDHOM) e; com superexpressão do gene transportador vesicular de acetilcolina (ChAT-ChR2-EYFP). Os animais serão implantados, cronicamente, com sonda de telemetria para caracterização hemodinâmica e balanço autonômico. Em seguida, os camundongos serão submetidos ao desenvolvimento da IC por meio da ligadura da artéria coronária esquerda para indução do infarto do miocárdio. A avaliação da função autonômica será realizada por meio das seguintes abordagens: 1) estudo do balanço simpatovagal cardíaco pela administração de metilatropina e propranolol; 2) análise da variabilidade do intervalo de pulso e da pressão arterial no domínio do tempo e da freqüência (análise espectral); 3) análise da sensibilidade barorreflexa pelo Método da Seqüência. Todos os animais serão submetidos à análise da função cardíaca pela ecocardiografia e os corações serão analisados, também, por meio de histologia. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DURAND, MARINA T.; BECARI, CHRISTIANE; TEZINI, GEISA C. S. V.; FAZAN, JR., RUBENS; OLIVEIRA, MAURO; GUATIMOSIM, SILVIA; PRADO, VANIA F.; PRADO, MARCO A. M.; SALGADO, HELIO C. Autonomic cardiocirculatory control in mice with reduced expression of the vesicular acetylcholine transporter. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-HEART AND CIRCULATORY PHYSIOLOGY, v. 309, n. 4, p. H655-H662, AUG 15 2015. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.