Busca avançada
Ano de início
Entree

Circuitos neurais ativados durante a coabitação com um parceiro doente

Processo: 13/25146-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 07 de abril de 2014
Vigência (Término): 06 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:João Palermo Neto
Beneficiário:Eduardo Kenji Hamasato
Supervisor no Exterior: Terrence Deak
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Binghamton University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/03372-3 - A influência da convivência com um parceiro doente sobre a resposta inflamatória alérgica pulmonar, BP.DR
Assunto(s):Camundongos   Estresse em animal   Neuroimunomodulação

Resumo

As relações bidirecionais entre os sistemas nervoso e imune são de grande importância para a manutenção da homeostase. Estudos de nosso laboratório mostraram que a convivência de prolongada com um parceiro doente (injetado com células do tumor de Erhlich), produz alterações neuroquímicas, endócrinas, imunológicas e comportamentais. Em particular, relatamos um aumento na atividade locomotora e no turnover de noradrenalina no hipotálamo, uma diminuição da atividade de macrófagos, neutrófilos e aumento dos níveis de adrenalina e noradrenalina plasmática sem alterações nos níveis séricos de corticosterona. Esses fatos nos levaram a sugerir que os animais apresentam marcantes mudanças fisiológicas induzidas pela convivência com um companheiro doente, provavelmente provocada pela estimulação olfativa de odores liberados pelo parceiro doente. Neste sentido, estudamos sob uma perspectiva neuroimune a influência da convivência por 14 dias com um parceiro doente sobre a resposta inflamatória alérgica pulmonar em um modelo experimental de asma. No presente momento, nossos resultados mostram que a convivência com o parceiro doente exacerba a inflamação alérgica pulmonar. Assim, o objetivo do presente projeto é determinar os circuitos neurais ativados durante a coabitação com um parceiro doente. A ênfase será dada para as vias ativadas pelo estresse, tal como o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HARNASATO, EDUARDO KENJI; LOVELOCK, DENNIS; PALERMO-NETO, JOAO; DEAK, TERRENCE. Assessment of social behavior directed toward sick partners and its relation to central cytokine expression in rats. Physiology & Behavior, v. 182, p. 128-136, DEC 1 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.