Busca avançada
Ano de início
Entree

Conectividade funcional da rede de modo padrão em Doença de Alzheimer e comprometimento cognitivo leve

Processo: 14/00144-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Marcio Luiz Figueredo Balthazar
Beneficiário:Marina Weiler
Supervisor no Exterior: Massimo Filippi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Istituto di Ricovero e Cura a Carattere Scientifico S. de Bellis (IRCCS), Itália  
Vinculado à bolsa:13/10431-9 - Avaliação da conectividade anatômica e funcional nas redes Default Mode e Salience na demência da Doença de Alzheimer leve e comprometimento cognitivo leve amnéstico, BP.DD
Assunto(s):Neurologia   Doença de Alzheimer   Redes neurais em modo padrão   Neuroimagem   Conectividade cerebral

Resumo

Pesquisas recentes no campo da neuroimagem em Doença de Alzheimer (DA) tem ido além de achados em alterações cerebrais regionais e focais, surgindo o conceito de desfuncionalidade de redes neurais para explicar os sintomas clínicos e cognitivos apresentados nessa doença. Dentre todas as redes investigadas na DA, a Default Mode Network é, sem dúvida a mais estudada, e muitos estudos tem mostrado uma quebra na sua conectividade funcional até mesmo durante os estágios mais iniciais da doença. Entretanto, a DA é uma doença associada não apenas com alterações funcionais nessas redes, mas também estruturais. Como atrofia e as alterações funcionais podem se intercruzar, tem-se havido um crescente interesse nos últimos anos em estudar a relação entre esses dois processos. Embora novas modalidades de análise em neuroimagem tem surgido ultimamente, imagem produzidas por diferentes métodos são geralmente analisadas em separado, e há uma relativa falta de metodologias com análise multimodal. Para superar essas limitações, uma nova ferramenta chamada biological parametric mapping (BPM) foi desenvolvida. A BPM incorpora a informação obtida de outras modalidades como regressores em uma análise voxel a voxel, permitindo a investigação de hipóteses mais sofisticadas as quais análises unimodais não permitem. Dessa maneira, o principal objetivo desse projeto é combinar diferentes metodologias de análise em neuroimagem e avaliar a contribuição das alterações anatômicas na conectividade funcional através da BPM. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.