Busca avançada
Ano de início
Entree

Conectividade funcional da rede de modo padrão em Doença de Alzheimer e comprometimento cognitivo leve

Processo: 14/00144-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Marcio Luiz Figueredo Balthazar
Beneficiário:Marina Weiler
Supervisor: Massimo Filippi
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Istituto di Ricovero e Cura a Carattere Scientifico S. de Bellis (IRCCS), Itália  
Vinculado à bolsa:13/10431-9 - Avaliação da conectividade anatômica e funcional nas redes Default Mode e Salience na demência da Doença de Alzheimer leve e comprometimento cognitivo leve amnéstico, BP.DD
Assunto(s):Neurologia   Doença de Alzheimer   Redes neurais em modo padrão   Neuroimagem   Conectividade cerebral
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:biological parametric mapping | conectividade funcional | default mode network | Doença de Alzheimer | Rede de Modo Padrão | Neurologia

Resumo

Pesquisas recentes no campo da neuroimagem em Doença de Alzheimer (DA) tem ido além de achados em alterações cerebrais regionais e focais, surgindo o conceito de desfuncionalidade de redes neurais para explicar os sintomas clínicos e cognitivos apresentados nessa doença. Dentre todas as redes investigadas na DA, a Default Mode Network é, sem dúvida a mais estudada, e muitos estudos tem mostrado uma quebra na sua conectividade funcional até mesmo durante os estágios mais iniciais da doença. Entretanto, a DA é uma doença associada não apenas com alterações funcionais nessas redes, mas também estruturais. Como atrofia e as alterações funcionais podem se intercruzar, tem-se havido um crescente interesse nos últimos anos em estudar a relação entre esses dois processos. Embora novas modalidades de análise em neuroimagem tem surgido ultimamente, imagem produzidas por diferentes métodos são geralmente analisadas em separado, e há uma relativa falta de metodologias com análise multimodal. Para superar essas limitações, uma nova ferramenta chamada biological parametric mapping (BPM) foi desenvolvida. A BPM incorpora a informação obtida de outras modalidades como regressores em uma análise voxel a voxel, permitindo a investigação de hipóteses mais sofisticadas as quais análises unimodais não permitem. Dessa maneira, o principal objetivo desse projeto é combinar diferentes metodologias de análise em neuroimagem e avaliar a contribuição das alterações anatômicas na conectividade funcional através da BPM. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)