Busca avançada
Ano de início
Entree

Samba e Bossa Nova: a relação texto-música na canção popular brasileira

Processo: 13/15872-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística
Pesquisador responsável:Eleonora Cavalcante Albano
Beneficiário:Gabriela Ricci
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

A brasileira - figura rítmica que desloca os acentos dos tempos fortes para os fracos - é presente na canção popular brasileira desde o seu início, o que pode ser notado em vários estilos musicais do Brasil, destacando-se entre eles o Samba e a Bossa Nova, principais gêneros de exportação da música popular brasileira. Ao notar tal presença, torna-se curiosa a sua influência na prosódia das músicas e, a partir da Bossa Nova de João Gilberto, na prosódia de toda a música popular brasileira. Segundo alguns autores, o que Gilberto fez foi, na realidade, retomar o canto falado já iniciado por sambistas do início do século XX, com especial atenção para Noel Rosa, que não era um grande cantor mas que conseguiu, com seu canto falado, marcar para a sempre a música brasileira. Apesar da relação entre os dois músicos já ter sido levantada por diversos autores, ela não foi amplamente discutida, de maneira que muito ainda se tem para estudar sobre o assunto. Da mesma forma, muito já se estudou sobre a influência da prosódia no canto, porém pouco se fez utilizando-se o canto das músicas populares do Brasil. A proposta deste trabalho é então discutir, com base na Fonologia Prosódica (Nespor e Vogel, 1986), como a rítmica tão marcante da síncope brasileira influencia no canto dos dois gêneros supracitados.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RICCI, Gabriela. Samba e bossa nova : um estudo de aspectos da relação texto-música. 2015. Dissertação de Mestrado.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.