Busca avançada
Ano de início
Entree

Representações sociais de consumidores em hipermercados de Ribeirão Preto (SP) e São Carlos (SP)

Processo: 13/27177-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Eda Maria Góes
Beneficiário:Alessandro Bernardes Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/20155-3 - Lógicas econômicas e práticas espaciais contemporâneas: cidades médias e consumo, AP.TEM
Assunto(s):Geografia urbana   Cidades médias   Representações sociais   Consumo   Supermercados   Ribeirão Preto (SP)   São Carlos (SP)

Resumo

As transformações contemporâneas relativas ao consumo envolvem diversos fatores de acordo com características das diversas sociedades e do processo de mundialização do capital. No Brasil, em meio aos vários padrões de desigualdades, as novas práticas espaciais ligadas ao consumo constituem um âmbito de análise elementar, visto que concretizam ações e objetos advindos de diversos vetores sociais, tanto aqueles provenientes da lógica econômica, quantos os que advém de lógicas representacionais. Notadamente as tendências que conferem dinâmica a esses processos são, também, em certa medida, resultados desses, remetendo ao grau de complexidade que envolve a questão. Identificar o papel das representações sociais na dinâmica das novas práticas de consumo contemporâneas implica identificar as mudanças representacionais - e as tomadas de posição geradas por essas - que ocorreram no contexto do pensamento social dos segmentos populacionais mais influenciados. A visibilidade das novas práticas sociais relativas ao consumo pode ser apreendida, particularmente, em localidades como os hipermercados que, embora apresentando maior ou menor participação nas vendas de acordo com as oscilações do mercado e dinâmicas de formas concorrentes, caracterizam um ramo contemporâneo das novas formas de consumo. Um dos fatores que influenciam significativamente as novas práticas de consumo é a ampliação da bancarização e do acesso ao crédito, com ênfase na disseminação do uso do cartão de crédito nessas localidades. Este estudo visa pesquisar as representações sociais formadas por consumidores usuários de cartão de crédito em hipermercados, no âmbito de cada cidade pesquisada, compondo, assim, um quadro geral sobre as relações entre espaços urbanos e consumo, permitindo uma caracterização das escolhas locacionais e das lógicas espaciais ligadas aos usos e às representações de espaços privados de uso coletivo. As representações sociais estão presentes nas sociedades e seu estudo pode contribuir para compreendermos aspectos das tomadas de posição dos respectivos grupos sociais. O fenômeno representação social foi identificado e passou a ser objeto de compreensão na Psicologia Social por meio da Teoria das representações sociais.