Busca avançada
Ano de início
Entree

Compostos quadráticos planos contendo 3,3'-biisoquinolina: síntese e investigação da interação frente aos G-quadruplexos de DNA

Processo: 13/26203-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Adelino Vieira de Godoy Netto
Beneficiário:Adelino Vieira de Godoy Netto
Anfitrião: Michael John Hannon
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Birmingham, Inglaterra  
Assunto(s):Neoplasias   Telômero

Resumo

Esse projeto tem como objetivo a síntese, caracterização e investigação espectrofotométrica da interação frente ao quadruplexos de DNA telomérico humano (Htelo) de novos quelatos de fórmula geral [M(bisq)(N-X)]+n (M = Pd(II), Pt(II); bisq = 3,32-biisoquinolina; N X (X = C) = ligantes bidentados ortometalados derivados da C2,N-benzilidenometilamina e C2,N-benzaldeídoxima; N-X (X = S) = derivados da tiossemicarbazida; n = 1,2). Esses complexos apresentam caractísticas estruturais pré-estabelecidas que os tornam potenciais candidatos a atuarem como ligantes metalo-orgânicos de G-quadruplexos de DNA telomérico e, possivelmente, como novos agentes anti-telomerase. A caracterização dos ligantes funcionalizados e dos seus derivados metálicos será realizada com base nos resultados obtidos pelas técnicas de análise elementar, espectroscopia no IV e de RMN, espectrometria de massas ESI/MS e difração de raios X de monocristal. A seletividade de ligação dos complexos metálicos frente ao G-quadruplexo de DNA (G4-DNA) em relação ao duplexo (dsDNA) deverá ser avaliada a partir da determinação das constantes de ligação intrínseca (Kb) entre o DNA e o ligante via espectroscopia no UV-Vis. Espectros de dicroísmo circular (CD) devrão ser obtidos para evidenciar o tipo de topologia adotada pelo G4 e se o complexo metálico contribui para a formação e estabilização da estrutura do G-quadruplexo. A afinidade do complexo pelo quadruplexo de DNA (G4) e duplexo (ds) será avaliada pela concentração necessária para diminuir a fluorescência do laranja de tiazol em 50% (G4DC50 e dsDC50, respectivamente) empregando-se o ensaio de Deslocamento de Intercalador Fluorescente (FID). A seletividade do complexo metálico pelo quadruplexo em relação ao duplexo deverá ser estimada pela relação dsDC50 / G4DC50. O ensaio de mudança de mobilidade eletroforética (EMSA) também poderá ser empregado para investigar a formação ou desestabilização de um quadruplexo bem como a interação entre um ligante e o quadruplexo. A citotoxicidade dos compostos mais promissores frente às linhagens de células tumorais resistentes (ex. A2780cisR) e sensíveis à cisplatina (ex. A2780) será determinada utilizando os ensaios de M.T.T. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.