Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil da expressão gênica de células tumorais silenciadas para a integrina alfaVbeta3

Processo: 14/02173-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Heloisa Sobreiro Selistre de Araújo
Beneficiário:Rafael Luis Bressani Lino
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/00798-2 - A matriz extracelular no envelhecimento, no exercício e no microambiente tumoral, AP.TEM
Assunto(s):Biologia celular   Microambiente tumoral   Adesão celular   Desintegrinas   Integrinas   Integrina alfaVbeta3   Matriz extracelular

Resumo

Evidências recentes da literatura sugerem fortemente que o receptor de vitronectina, a integrina alfavbeta3, seja um importante alvo farmacológico na prevenção de metástases. Em nosso laboratório foi padronizada uma metodologia para silenciamento transiente da subunidade b3 da integrina alfavbeta3 com o objetivo de estudarmos o papel deste receptor no microambiente tumoral e na transmigração de células tumorais de mama da linhagem MDA-MB-231. A transmigração das células silenciadas para esta integrina através de células endoteliais foi significativamente reduzida. O mesmo foi observado quando utilizamos a desintegrina DisBa-01, um bloqueador especifico desta integrina. Este tratamento também inibiu de forma importante a expressão do fator decrescimento endotelial vascular (VEGF) no endotélio, mas não nas células tumorais. Desta forma, este trabalho tem como objetivo verificar se o silenciamento da expressão da integrina alfavbeta3 afeta a expressão de VEGF pelas células tumorais bem como de outras moléculas de sinalização.