Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de Supressão das emissões otoacústicas em neonatos a termo e pré-termo

Processo: 13/23578-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Marisa Frasson de Azevedo
Beneficiário:Natalia Oliveira de Jesus
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Recém-nascido   Recém-nascido prematuro

Resumo

Introdução: O movimento mecânico das células ciliadas externas é controlado pelo sistema eferente olivococlear medial. As emissões otoacústicas possibilitam a avaliação fisiológica deste sistema e as respostas captadas, em indivíduos normais, podem ser reduzidas com a aplicação de um ruído na orelha contralateral, gerando o efeito de supressão. O estimulo utilizado para o teste do efeito de supressão pode ser clique ou "tone burst". O tipo clique estimula uma ampla faixa de frequência na cóclea e é apresentado de forma linear ou não linear. O equipamento IL0 USB - V6, da Otodynamics, possibilita a pesquisa da supressão das emissões otoacústicas com apresentação alternada de cliques lineares com e sem ruído. Para utilização clinica deste equipamento, os valores de referencia de normalidade necessitam ser pesquisados. Objetivo: verificar a ocorrência e a magnitude do efeito de supressão das emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente em recém-nascidos a termo e pré-termo, utilizando a tecnologia atual proposta. Método: A amostra será composta por 40 neonatos, de 5 dias a 4 meses de idade, e com emissões otoacústicas presentes ao nascimento. A amostra será distribuída em dois grupos: GI - formado por 20 lactentes nascidos a termo sem indicadores de risco para perda auditiva. GII - formado por 20 lactentes nascidos pré-termo que permaneceram mais de cinco dias em UTI neonatal, com risco para alteração auditiva. As crianças deverão estar em sono natural, posicionadas no colo da mãe. Duas sondas serão posicionadas no meato acústico externo do neonato, sendo que uma sonda apresentara cliques lineares e a outra o ruído de banda larga. A redução da resposta com ruído indicara a presença do efeito de supressão. Os valores médios de supressão serão estabelecidos e a comparação entre os grupos será analisada estatisticamente.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NATÁLIA OLIVEIRA DE JESUS; ROSANNA GIAFFREDO ANGRISANI; ELAINE COLOMBO MARUTA; MARISA FRASSON DE AZEVEDO. Efeito de supressão das emissões otoacústicas em lactentes termo e pré-termo. CoDAS, v. 28, n. 4, p. 331-337, Ago. 2016. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.