Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de derivados de quitina e quitosana como materiais para captura de cátions metálicos

Processo: 13/26576-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Eduardo Rene Perez Gonzalez
Beneficiário:Ricardo dos Santos Medeiros
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Síntese química   Quitosana   Quitina   Bases de Schiff   Poluição da água   Adsorção (química)

Resumo

O presente trabalho visa estudar modificações estruturais que podem ser feitas na estrutura do polímero quitosana. Essas modificações se dão pela síntese de diversos materiais poliméricos mediantes a reação de N-alquilação de quitosana com diferentes aldeídos aromáticos. Pretende-se também estudar a capacidade de complexação do metal zinco com os produtos das transformações. A realização dos trabalhos propostos pode conduzir a materiais com potencial aplicação na solução de problemas ambientais tais como no tratamento de efluentes industriais. A poluição das águas com metais pesados provenientes de indústrias, tais como Cd, Zn, Ni, Al, Cu, Fe, Hg, Pb e Cr têm gerado grande preocupação devido à ação tóxica exercida por esses elementos que, quando estão acima das concentrações permitidas, se tornam inadequadas para o consumo humano e causam riscos de morte aos microorganismos que vivem nessas águas. Perante este problema ambiental, o polímero quitosana pode ser utilizado no tratamento de efluentes industriais como agente complexante, pois além da habilidade de quelar íons metálicos, este polímero não produz resíduos tóxicos. A utilização de biopolímeros a base de quitina e quitosana como materiais de partida para a preparação de potenciais materiais orgânicos ou híbridos resulta em grande interesse devido as diversas propriedades destes biopolímeros, tais como, biocompatibilidade, biodegradabilidade e baixa toxicidade, que contribuem para uma variedade de aplicações na área biomédica, agrícola, alimentícia, biotecnológica, cosmética, farmacêutica, entre outras. A modificação química da cadeia lateral do polímero quitosana promove a formação de derivados poliméricos, cujas propriedades podem ser estudadas buscando ampliar as aplicações do polímero. Portanto, o projeto visa o estudo da transformação química do polímero quitosana para a síntese de novos materiais poliméricos que serão estudados como adsorventes metálicos. Para confirmar a síntese dos compostos poliméricos, serão utilizadas técnicas de espectroscopia e espectrometria, tais como, FTIR e RMN no estado sólido. A técnica de UV-Visível, espectrometria de absorção atômica, difração de raios X e microscopia eletrônica de varredura serão empregadas nesse trabalho para verificar a formação dos complexos poliméricos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, FERNANDA STUANI; LANFREDI, SILVANIA; PEREZ GONZALEZ, EDUARDO RENE; DA SILVA AGOSTINI, DEUBER LINCON; GOMES, HOMERO MARQUES; MEDEIROS, RICARDO DOS SANTOS. Thermal and morphological study of chitosan metal complexes. JOURNAL OF THERMAL ANALYSIS AND CALORIMETRY, v. 129, n. 1, p. 291-301, JUL 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.