Busca avançada
Ano de início
Entree

Cimento de fosfato de cálcio reforçado com nano cristais de celulose

Processo: 13/12405-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Mariana Motisuke
Beneficiário:Renato Akira Nagamatsu
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Biocerâmicas   Nanocristais de celulose

Resumo

Em teoria, a maneira mais prática de se reparar um defeito ósseo de qualquer dimensão e em qualquer região do corpo seria através da sua substituição por um material quimicamente semelhante à matriz óssea e que este estimulasse o crescimento de um novo tecido ao mesmo tempo em que se degradasse. Neste contexto, os cimentos de fosfato de cálcio são excelentes candidatos, pois, além de reaborvíveis, quando na forma de pasta podem ser moldados em qualquer formato sendo que a cura ocorre "in vivo" e sem a produção de calor. Ainda, com um simples controle de sua viscosidade tornam-se injetáveis eliminando a necessidade de grandes intervenções cirúrgicas. Porém, a evolução do uso destes materiais está comprometida devido ao fato de que, por se tratar de um material cerâmico, são extremamente frágeis e sua utilização restringe-se a pequenos defeitos em regiões do corpo que não sofram grandes solicitações mecânicas. Assim, existem várias vertentes de pesquisa que tentam a fabricação de novos sistemas de cimentos ósseos reforçados por fibras, "whiskers" ou partículas sem, no entanto, prejudicar suas propriedades biológicas. Dessa forma, objetivo deste projeto é desenvolver um novo sistema de cimento ósseo baseado no [alfa]-fosfato tricálcico reforçado com nanocristais de celulose.