Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da exposição in útero à betametasona sobre a qualidade espermática e fertilidade de ratos machos

Processo: 13/26557-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Wilma de Grava Kempinas
Beneficiário:Ana Flávia Mota Gonçalves Dias
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Betametasona   Fertilidade   Espermatozoides

Resumo

Os glicocorticóides são potentes fármacos de ação anti-reumática, antiinflamatória e imunossupressora, além de serem os medicamentos de escolha para terapia antenatal, promovendo o amadurecimento pulmonar fetal e assim diminuindo a incidência de síndrome de angústia respiratória, mortalidade e morbidade neonatal, com destaque ao glicocorticóide betametasona. Estudos realizados em parceria com o nosso laboratório demonstraram que a exposição pré-natal a este fármaco promoveu alterações nos níveis de testosterona e em parâmetros espermáticos da prole masculina. Assim, o objetivo do presente trabalho é realizar um estudo abrangente das possíveis alterações em parâmetros reprodutivos, com ênfase sobre a qualidade espermática de ratos machos causadas pela exposição in utero à betametasona. Para tanto, ratas Wistar prenhes serão alocadas em grupo controle e tratado com 0,1mg/kg de betametasona nos dias gestacionais 12,13,18 e 19. Os filhotes machos serão avaliados: a partir do dia pós-natal (DPN) 30 quanto à separação prepucial e no DPN 90: níveis hormonais, parâmetros espermáticos, análise histologica dos testículos e epidídimos, acasalamento natural e fertilidade após inseminação artificial. O tema do projeto é atual e de grande relevância, considerando-se a grande utilização deste fármaco em terapias maternas com risco de parto prematuro e devido à conhecida ação dos glicocorticóides sobre a programação fetal. Além de gerar novos conhecimentos, pretende-se preparar recursos humanos qualificados em pesquisa na área de Biologia e Toxicologia da Reprodução.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORGES, CIBELE DOS S.; DIAS, ANA FLAVIA M. G.; SILVA, PATRICIA V.; ROSA, JOSIANE LIMA; GUERRA, MARINA T.; SILVA, RAQUEL F.; KIGUTI, LUIZ RICARDO A.; PUPO, ANDRE S.; KEMPINAS, WILMA DE G. Long-term adverse effects on reproductive function in male rats exposed prenatally to the glucocorticoid betamethasone. Toxicology, v. 376, n. SI, p. 15-22, FEB 1 2017. Citações Web of Science: 9.
BORGES, CIBELE S.; DIAS, ANA FLAVIA M. G.; ROSA, JOSIANE LIMA; SILVA, PATRICIA V.; SILVA, RAQUEL F.; BARROS, ALINE L.; SANABRIA, MARCIANA; GUERRA, MARINA T.; GREGORY, MARY; CYR, DANIEL G.; KEMPINAS, WILMA DE G. Alterations in male rats following in utero exposure to betamethasone suggests changes in reproductive programming. REPRODUCTIVE TOXICOLOGY, v. 63, p. 125-134, AUG 2016. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.