Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho agronômico de minitomates em função do sistema de condução das plantas e híbridos

Processo: 14/00595-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Pablo Forlan Vargas
Beneficiário:Leonardo dos Santos Duarte
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Registro. Registro , SP, Brasil

Resumo

Atualmente o Brasil configura-se entre os maiores produtores mundiais de tomate. Essa produção é direcionada tanto para a indústria como para consumo in natura. Dentre os diferentes grupos de tomateiro existente, o cultivo do grupo 'cereja' apresenta um crescimento de produção nos últimos anos. Dentro desse grupo de minitomates estão os denominados grape, sweet grape e o cereja. Devido ao seu alto valor comercial, e principalmente, maior estabilidade de preços no momento da comercialização os produtores estão optando por cultivar esse grupo de tomateiro. Contudo, poucos são os estudos com esse grupo de tomate por ser recente no país. Diante do exposto objetiva-se avaliar a viabilidade agronômica de híbridos de mintomates em dois sistemas de condução, em casa de vegetação na região do Vale do Ribeira. Para tanto será instalado um estudo a ser conduzido na Universidade Estadual Paulista, Câmpus de Registro em casa de vegetação. O delineamento será em blocos casualizados, dispostos em parcelas subdivididas, onde nas parcelas estarão os sistemas de cultivos (convencional e horizontal), e nas sub parcelas os híbridos (Tomate AF 18196, Sakata Seed; Tomate Grape Indeterminado AF 13106, Sakata Seed; Tomate Nina, Takii Seed; Tomate Cocktail Mascot Agristar/Top Seed Premium) com seis repetições e quatro plantas por parcela. As sub parcelas terão 1,2 metros de comprimento, onde serão adicionadas as quatro plantas de cada híbrido, espaçadas 30 cm entre plantas. O cultivo do tomateiro se dará em vasos plásticos de 13,0 dm3, preenchidos com o substrato fibra da casca de coco. Será utilizada irrigação por gotejamento com solução nutritiva. Serão avaliados produção total, massa do fruto, diâmetro médio transversal e longitudinal do fruto, número de frutos, número de cachos por planta, número de frutos por cacho, precocidade, ciclo de produção, teor de Clorofila e sólidos solúveis. Os dados serão submetidos à análise de variância pelo teste F, e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VARGAS, PABLO F.; DUARTE, LEONARDO S.; SILVA, EDGARD H. C.; ZECCHINI, AMANDA C.; SOARES, RENATO S.; GODOY, LEANDRO J. G. Performance of mini-tomato hybrids in different training systems with different number of stems. Horticultura Brasileira, v. 35, n. 3, p. 428-433, JUL-SEP 2017. Citações Web of Science: 1.
PABLO F VARGAS; LEONARDO S DUARTE; EDGARD HC SILVA; AMANDA C ZECCHINI; RENATO S SOARES; LEANDRO JG GODOY. Performance of mini-tomato hybrids in different training systems with different number of stems. Horticultura Brasileira, v. 35, n. 3, p. -, Set. 2017.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.