Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações entre o processo de desmatamento e os padrões de diversidade de peixes em riachos da Amazônia Ocidental

Processo: 12/21916-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Conservação da Natureza
Pesquisador responsável:Lilian Casatti
Beneficiário:Gabriel Lourenço Brejão
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/05827-6 - Relações entre o processo de desmatamento e os padrões de diversidade de peixes em riachos da Amazônia Ocidental, BE.EP.DR
Assunto(s):Rio Madeira   Dinâmica da paisagem   Riachos   Diversidade funcional   Ictiologia

Resumo

Os riachos da região Neotropical abrigam uma fauna de peixes de pequeno porte, muitas vezes com distribuições geográficas restritas e, geralmente, muito dependentes da vegetação ripária para a alimentação, abrigo e reprodução. A retirada da vegetação nativa das bacias hidrográficas é uma das alterações cujos efeitos nos ambientes aquáticos ainda não são completamente compreendidos. O uso do histórico de desmatamento em conjunto com a estrutura atual da paisagem aumenta o poder de análise para avaliar os efeitos ecológicos do desmatamento e, possivelmente, trajetórias distintas do processo devem estar afetando a composição e o funcionamento das comunidades de peixes. Para entender como o processo histórico de desmatamento interferiu nos padrões atuais de diversidade peixes emergem duas hipóteses: (1.) Ocorre a erosão funcional das comunidades estudadas decorrente do processo de desmatamento, e (2.) A forma como o processo de desmatamento foi conduzido e o tempo de retirada da floresta determina os padrões de diversidade e composição por três vias distintas (i) a manutenção parcial da floresta permite a manutenção da diversidade mas ocorre pequena perda de espécies, (ii) o desmatamento recente permite a manutenção da diversidade e promove grande perda de espécies, e (iii) o desmatamento antigo promove grandes perdas na diversidade e composição da ictiofauna.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBEIRO, JR., JOSE WAGNER; SIQUEIRA, TADEU; BREJAO, GABRIEL LOURENCO; ZIPKIN, ELISE F. Effects of agriculture and topography on tropical amphibian species and communities. Ecological Applications, v. 28, n. 6, p. 1554-1564, SEP 2018. Citações Web of Science: 1.
BREJAO, GABRIEL L.; HOEINGHAUS, DAVID J.; PEREZ-MAYORGA, MARIA ANGELICA; FERRAZ, SILVIO F. B.; CASATTI, LILIAN. Threshold responses of Amazonian stream fishes to timing and extent of deforestation. Conservation Biology, v. 32, n. 4, p. 860-871, AUG 2018. Citações Web of Science: 5.
PEREZ-MAYORGA, MARIA ANGELICA; CASATTI, LILIAN; TERESA, FABRICIO BARRETO; BREJAO, GABRIEL LOURENCO. Shared or distinct responses between intermediate and satellite stream fish species in an altered Amazonian River?. ENVIRONMENTAL BIOLOGY OF FISHES, v. 100, n. 12, p. 1527-1541, DEC 2017. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BREJÃO, Gabriel Lourenço. Responses of stream fish assemblages to timing and extent of deforestation in Western Amazon. 2018. 140 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.