Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do óxido nítrico na atividade supressora de células dendríticas moduladas com cloroquina

Processo: 13/24009-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Liana Maria Cardoso Verinaud
Beneficiário:Luidy Kazuo Issayama
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Óxido nítrico   Células dendríticas   Imunomodulação   Linfócitos T reguladores

Resumo

Células dendríticas (DCs) são capazes de direcionar a resposta para um contexto inflamatório ou anti-inflamatório, dependendo do seu estágio de maturação/ativação. DCs imaturas tem a habilidade de gerar células T reguladoras enquanto que, quando maduras/ativadas, a elevada expressão de moléculas de classe II do complexo maior de histocompatibilidade e moléculas co-estimulatórias em microambiente propício, induzem a diferenciação de linfócitos T com perfil inflamatório Th1 e Th17. Foi verificado que indivíduos portadores de doenças autoimunes apresentam DCs alteradas tanto em sua frequência quanto em seu perfil funcional. Assim, a modulação de DCs pode ser uma abordagem inovadora no controle da inflamação crônica, onde alguns agentes, como dexametasona, que tem ação imunomodulatória, estão sendo empregados. Recentemente, nosso grupo demonstrou que a administração de cloroquina reduz a severidade de encefalomielite autoimune experimental (EAE) por meio da expansão de células T reguladoras. Tendo em vista que o consumo crônico de cloroquina acarreta efeitos tóxicos, demonstramos também que a cloroquina é capaz de modular DCs, induzindo-lhes um perfil imaturo de ativação, e que quando transferidas para animais acometidos com EAE suprimiam o desenvolvimento da doença por mecanismos não completamente esclarecidos. Experimentos preliminares de nosso laboratório sugerem a participação de óxido nítrico na modulação de DCs e supressão da responsividade celular. Assim, o objetivo deste trabalho é avaliar o papel desempenhado pelo óxido nítrico na modulação de células dendríticas diferenciadas a partir de precursores de medula óssea e na geração de células T reguladoras in vitro.