Busca avançada
Ano de início
Entree

Débito cardíaco e fluxo sanguíneo relativo em embriões da tartaruga Chelydra serpentina (Reptilia; Chelonia)

Processo: 14/01666-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Augusto Shinya Abe
Beneficiário:Marina Rincon Sartori
Supervisor no Exterior: Dane Alan Crossley II
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of North Texas, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/16537-0 - Controle cardiovascular autonômico e metabolismo em embriões lagartos (Reptilia; Lepidosauria), BP.DR
Assunto(s):Fisiologia cardiovascular

Resumo

Embriões de amniotas possuem um sistema único para a troca de gases, em que a membrana corioalantóica (CAM) atua como a superfície de troca, sendo uma estrutura análoga à placenta dos mamíferos. Enquanto a função do sistema circulatório de fetos de mamíferos é bem conhecida, em outros animais amnióticos mesmo os parâmetros mais básicos como a frequência cardíaca permanecem um mistério. O fluxo sanguíneo durante o desenvolvimento de amniotas não-mamíferos é dividido, e na circulação extra-embrionária, que tem papel nas trocas gasosas, o sangue pobre em oxigênio é exposto à superfície. No entanto, a estrutura vascular da CAM é localizada fora do embrião, e dessa forma dois compartimentos vasculares estão presentes, a circulação extra-embrionária e a intra-embrionária. A perfusão sanguínea destes compartimentos é regulada de forma diferenciada, com a capacidade de desviar o sangue entre os compartimentos. Devido ao arranjo complexo, a circulação embrionária é de difícil acesso, porém, uma técnica minimamente invasiva foi desenvolvida para superar este problema, através do uso de microesferas, o que possibilita determinar o fluxo sanguíneo relativo. Neste estudo o objetivo é determinar o fluxo sanguíneo e o débito cardíaco em embriões de tartarugas da espécie Chelydra serpentina através do uso de microesferas fluorescentes, uma técnica validada como um método acurado para a determinação de fluxos sanguíneos relativos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SARTORI, MARINA R.; KOHL, ZACHARY F.; TAYLOR, EDWIN W.; ABE, AUGUSTO S.; CROSSLEY, II, DANE A. Blood flow distribution in embryonic common snapping turtles Chelydra serpentina (Reptilia; Chelonia) during acute hypoxia and alpha-adrenergic regulation. COMPARATIVE BIOCHEMISTRY AND PHYSIOLOGY A-MOLECULAR & INTEGRATIVE PHYSIOLOGY, v. 238, DEC 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.