Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos lexicológicos contrastivos da linguagem acadêmica jurídica na Itália e no Brasil

Processo: 14/03525-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 17 de maio de 2014
Vigência (Término): 16 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística
Pesquisador responsável:Angela Maria Tenorio Zucchi
Beneficiário:Angela Maria Tenorio Zucchi
Anfitrião: Carla Marello
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Torino (UNITO), Itália  
Assunto(s):Lexicologia   Linguística de corpus   Fraseologia   Linguagem jurídica

Resumo

No contexto de grande intercâmbio cultural e científico em que vivemos, este projeto, de caráter interdisciplinar, reúne duas áreas e dois países que se interrelacionam: a Linguística e o Direito, o Brasil e a Itália. Na Linguística, o projeto está inserido no campo da Lexicologia, Fraseologia e Terminologia, com foco nas unidades fraseológicas especializadas (UFE), em perspectiva contrastiva entre o português do Brasil (PB) e o italiano (IT). Tem como objeto de estudo a linguagem acadêmica no domínio do Direito, especialmente o Direito de Família. Justifica-se sua realização por três motivos: 1. Há uma relevante bibliografia da área jurídica em IT solicitada na graduação e pós-graduação e para a qual, em geral, não há traduções, o que impele os estudantes a aprender italiano para esse fim específico. 2. Português e Italiano formam um par de línguas pouco considerado pelas editoras. Logo, obras lexicográficas bilíngues são poucas, e as bilíngues especializadas, de boa qualidade e baseadas em pesquisa, são inexistentes. Paralelamente, não há material didático de IT como língua estrangeira para fins específicos (no caso, jurídico) para brasileiros. 3. Ultimamente, cresceu o número de estudantes intercambistas entre as universidades italianas e brasileiras, o que torna importante o conhecimento da cultura do ambiente universitário de cada um dos países. O objetivo da pesquisa é estabelecer, em perspectiva contrastiva, as características inerentes à linguagem acadêmica (focalizando a fraseologia da linguagem jurídica) e à vivência universitária italiana e brasileira. Na primeira etapa da metodologia, ainda no Brasil, serão aplicados questionários a alunos universitários brasileiros que estiveram em universidades italianas (intercâmbio CCINT/USP), com os quais poderei traçar as dificuldades encontradas por eles tanto em relação à cultura do país e da universidade frequentada quanto em relação à língua italiana e à linguagem acadêmica específica. Na Itália, pretendo distribuir questionário semelhante a universitários italianos e fazer entrevistas. Os dados obtidos, a serem analisados à luz dos estudos interculturais e da didática de línguas, possibilitarão fazer comparações e dimensionar as dificuldades citadas pelos estudantes universitários. Com as entrevistas, vou colher material que indicará o uso do léxico acadêmico na língua oral. Na segunda etapa, contando com a supervisão da Profa. Carla Marello e com as sugestões de um docente italiano da Faculdade de Direito e de um docente da Faculdade de Direito São Francisco/USP, vou coletar artigos acadêmicos da área do Direito de Família a fim de construir dois corpora eletrônicos que serão a base para a extração de unidades fraseológicas especializadas da linguagem jurídica nas duas línguas, formando um corpus comparável. Serão utilizadas ferramentas da Linguística de Corpus para compilação e análise dos corpora. Para o desenvolvimento dessa pesquisa, é essencial contar com a experiência e supervisão da Profa. Dra. Carla Marello que, além de especialista em lexicologia, lexicografia, tradutologia e ensino de italiano LE, é também vice-diretora de pesquisa e responsável pela equipe dos projetos de desenvolvimento dos corpora linguísticos da UNITO (Valico, Nunc, Vinca, Corpus Taurinense e Jus Jurium-A corpus of juridical italian texts www.corpora.unito.it). Para conhecer a linguagem acadêmica jurídica em italiano, creio ser importante observar onde e como essa linguagem é produzida e, por isso, pretendo também observar a estrutura universitária, acompanhar disciplina de metodologia científica e de conteúdo específico de Direito de Família, visitar bibliotecas e sites especializados. Os resultados da pesquisa servirão de insumo para elaboração de glossários especializados e material didático de italiano para fins específicos. (AU)