Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da hibridação entre espécies do gênero Pitcairnia (Bromeliaceae) através de marcadores microssatélites nucleares

Processo: 14/02377-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Clarisse Palma da Silva
Beneficiário:Juliana Ribeiro Martins Santin
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/52725-3 - Especiação, isolamento reprodutivo e genética de populações na família Bromeliaceae: implicações taxonômicas, evolutivas e conservacionistas, AP.BTA.JP
Assunto(s):Genética populacional   Ecologia molecular   Estruturas genéticas   Filogeografia   Simpatria   Repetições de microssatélites   Bromelia

Resumo

Pitcairnia flammea ocorre ao longo da Floresta Atlântica de Santa Catarina ao Espírito Santo. Esta espécie ocorre em simpatria com P. corcovadensis e P. albiflos na cidade do Rio de Janeiro e em simpatria com P. decídua cff. no estado de São Paulo. Estudos anteriores reportaram o compartilhamento de DNA plastidial entre espécies de P. flammea, P. corcovadensis e P. albiflos, indicando que estas espécies sofrem fluxo gênico interespecífico (hibridação/introgressão) ou/e ainda, que possuem certo grau de polimorfismo ancestral. Para podermos distinguir entre polimorfismo ancestral ou hibridação/introgressão recente, e explorar os padrões e as consequências do fluxo gênico interespecífico entre Pitcairnias de afloramentos rochosos da Floresta Atlântica, neste projeto iremos utilizar marcadores nucleares do tipo microssatélites. O objetivo deste projeto é descrever a estrutura genética de uma população simpátrica de P. flammea, P. corcovadensis e P. albiflos, no Rio de Janeiro e de uma população simpátrica de P. flammea e P. decídua, em São Paulo a partir dela, testar hipóteses sobre os processos evolutivos envolvidos na diferenciação populacional e na coesão das espécies, tais como introgressão, hibridação e deriva genética. Serão utilizados marcadores moleculares codominantes do tipo microssatélites nucleares previamente descritos na literatura para diferentes espécies de Bromeliaceae. Desta forma poderemos avaliar a extensão dos possíveis eventos de hibridação e suas consequências genético-evolutivas para esse grupo de plantas Neotropicais.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.