Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das espécies de Cryptosporidium spp. e Giardia spp. em águas captadas para abastecimento urbano no Município de Campinas, São Paulo, Brasil

Processo: 13/26211-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Básico
Pesquisador responsável:Regina Maura Bueno Franco
Beneficiário:Guilherme Batista Felisardo
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50522-0 - Contaminação ambiental pelos protozoários Giardia spp. e Cryptosporidium spp. e por Ascaris suum: desafios de detecção, remoção e inativação das formas infectantes, AP.TEM
Assunto(s):Saneamento ambiental   Molecular   Giardia   Cryptosporidium

Resumo

O município de Campinas, SP, é abastecido pelos rios Atibaia e Capivari, que suprem 95% e 5% do total de água captada para abastecimento público, respectivamente. Ambos os rios pertencem à Bacia dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, abrangendo uma das regiões mais populosa e industrializada do Estado de São Paulo. Estes corpos d'água exibem alto grau de eutrofização devido ao lançamento de esgotos domésticos e efluentes industriais. A presença dos protozoários patogênicos de veiculação hídrica, Cryptosporidium spp. e Giardia spp. já foi documentada nestes mananciais. Significativas concentrações de indicadores microbiológicos também foram detectadas nas águas destes rios. Diante destes achados e com o propósito de identificar possíveis fontes de contaminação dos mananciais que abastecem a cidade de Campinas, a presente pesquisa tem por objetivo investigar a ocorrência de distintas espécies de Cryptosporidium e de genótipos de Giardia em amostras de água bruta superficial dos rios Atibaia e Capivari. Serão colhidas 8 amostras de água (10 litros/amostra) para cada manancial. As amostras de água, após o procedimento de concentração e eluição inicial empregando a metodologia de filtração em membranas ou o sistema Filta-Max, de acordo com a turbidez da amostra, serão purificadas por meio de separação imunomagnética (IMS). Após a dissociação ácida, frações resultantes da IMS serão submetidas aos estudos moleculares. A extração de DNA será realizada com o kit ZR Fungal/Bacterial DNA miniprep - Zymo Research e em seguida duas regiões distintas do gene "²-giardin" serão utilizadas para confirmar molecularmente a presença de Giardia nas amostras (Mahbubani et al, 1992). Um fragmento de 753pb do gene "²-giardin" será sequenciado e utilizado para caracterizar as amostras em uma das sete assembléias descritas. Os primers G7 e G59 foram baseados na sequência completa do gene e possuem resolução não só para determinar a assembléia genética da amostra como também o subgrupo ao qual ela pertence (Caccio et al, 2002).Também será sequenciado um fragmento de 713pb do gene "glutamato desidrogenase" utilizando os iniciadores GDH1 e GDH4 (Homan et al, 1998). Essa região também permite identificar não só as assembléias como também os subgrupos existentes. As amostras serão sequenciadas em duplicata, utilizando os primers direto e reverso e empregando sequenciador ABI 3500 XL (Applied Biosystem). As sequencias serão editadas com o auxilio do programa SeqMan do pacote DnaStar. Todas as amostras sequenciadas do projeto serão analisadas em conjunto com as sequencias de referencia das sete distintas assembléias disponibilizadas no GenBank (NCBI). A caracterização molecular de espécies de Cryptosporidium será realizada empregando a técnica de nested PCR de acordo com Xiao et al, 2000. Os produtos da nested PCR também serão sequenciados e as sequencias obtidas serão comparadas com aquelas de referência depositadas no GenBank, mediante alinhamento global, com o software CLUSTAL W. Após alinhamento com sequências de referência, tanto sequências de Giardia quanto Cryptosporidium serão submetidas a distintos métodos de análise filogenética (máxima verossimilhança, neighbour-joining e método bayesiano) de modo a identificar os grupos de interesse. Os resultados obtidos permitirão identificar as principais fontes de contaminação dos mananciais estudados, e também contribuirão para elucidar a epidemiologia e dispersão ambiental destes protozoários patogênicos de veiculação hídrica na região metropolitana de Campinas, SP.