Busca avançada
Ano de início
Entree

Sertões, mobilidade e táticas de consumo na Caatinga: cultura material e práticas sertanejas nas áreas semiáridas do Nordeste do Brasil no Século XX

Processo: 13/18877-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Histórica
Pesquisador responsável:Aline Vieira de Carvalho
Beneficiário:Rafael de Abreu e Souza
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sertão   Mobilidade   Consumo

Resumo

A região Nordeste do Brasil tem sido vista, desde finais do século XIX, ora como zona pobre, com base em visões deterministas sustentadas por abordagens simplistas nas quais a desertificação, a seca, a fome e a pobreza são encontradas invariavelmente juntas, ora como região diaspórica, argumentação pautada no fato de incidir, em parte, sob ambiente com características áridas (a caatinga e o semiárido) marcado por episódios de seca. Estas tratativas deram forma a um rígido e poderoso corpo discursivo no qual o chamado "sertão" é apresentado como homogêneo, estático e isolado. O objetivo deste projeto é elaborar uma tese crítica a tal corpo discursivo a partir da análise da cultura material de sítios arqueológicos históricos dos estados de Pernambuco (municípios de Trindade a Serra Talhada), Piauí (municípios de Eliseu Martins a Trindade) e Ceará (municípios de Missão Velha a Quixadá). Pretende-se defender a hipótese segundo a qual práticas de consumo e mobilidade dos sertanejos no semiárido do Nordeste do país são indicativas do intenso dinamismo que caracteriza a região, dialógico a sua inserção na caatinga semiárida e aos impactos da globalização no cotidiano de seus habitantes ao longo do século XX. Para esta proposta partir-se-á da investigação da paisagem regional e da cultura material que conforma as áreas de descarte de unidades domésticas do período. A pesquisa recorrerá também à interdisciplinaridade como ferramenta fornecedora de insumos importantes à compreensão destas populações sertanejas, relacionando a Arqueologia do Passado Contemporâneo a perspectivas da Sociologia, Ecologia, História e Antropologia.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SOUZA, Rafael de Abreu e. Um lugar na caatinga : consumo, mobilidade e paisagem no semiárido do Nordeste brasileiro. 2017. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.