Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial mutagênico de corantes têxteis por meio do ensaio de micronúcleo

Processo: 13/06172-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Danielle Palma de Oliveira
Beneficiário:Cibele Aparecida Cesila
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/10449-7 - Avaliação da ocorrência, toxicidade/genotoxicidade e processos para degradação de corantes em efluentes e águas superficiais, AP.TEM
Assunto(s):Toxicologia ambiental   Corantes   Curtume   Águas de superfície   Avaliação de risco   Testes de mutagenicidade   Testes para micronúcleos   Células Hep G2

Resumo

Os corantes possuem grande importância nos diversos seguimentos industriais, sendo utilizados em medicamentos, cosméticos, alimentos, roupas, plásticos, borracha, dentre outros. Atualmente são produzidos no mundo mais de 7 X 105 toneladas de corantes por ano, sendo que aproximadamente 26.500 toneladas/ano são consumidas no Brasil. A produção de corantes, apesar de ter grande importância econômica é alvo da preocupação ambiental. Cerca de 2% dos corantes são descarregados diretamente nos efluentes aquosos durante o processo de produção e estima-se que 10% dos corantes utilizados em processamento têxtil não se ligam as fibras e são liberados para o ambiente. Aproximadamente 280.000t de corantes da indústria têxtil são descarregados nos efluentes industriais a cada ano no mundo. O corante Acid Black 210 é um azo corante frequentemente utilizado no tingimento do couro, algodão e tecido de lã, representando aproximadamente 80 a 90% do corante de cor preta utilizado na indústria. Até o presente momento não existem estudos sobre o potencial genotóxico do corante acid Black 210 e não há estudos de monitoramento desse corante em águas superficiais, apesar de ser um corante amplamente utilizado na indústria e já ter sido detectado em águas superficiais utilizadas para consumo humano. O presente projeto tem como objetivo investigar o potencial mutagênico do corante Acid Black 210, através do teste de micronúcleo e faz parte de um estudo maior que avalia a ocorrência destes e de outros corantes em amostras de água que recebem efluente de curtume. Assim, nossos resultados irão fornecer subsídios para a avaliação do perigo, bem como a caracterização do risco da exposição dos seres vivos a esse corante. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROCHA, OTAVIO PELEGRINO; CESILA, CIBELE APARECIDA; CHRISTOVAM, ELISA MARIA; DE MORAES BARROS, SILVIA BERLANGA; BOLDRIN ZANONI, MARIA VALNICE; DE OLIVEIRA, DANIELLE PALMA. Ecotoxicological risk assessment of the ``Acid Black 210{''} dye. Toxicology, v. 376, n. SI, p. 113-119, FEB 1 2017. Citações Web of Science: 14.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CESILA, Cibele Aparecida. Avaliação do potencial mutagênico de corantes têxteis por meio do ensaio de micronúcleo. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.