Busca avançada
Ano de início
Entree

Implantação de um modelo in vitro de avaliação da permeabilidade vascular para estudos da patogênese da dengue hemorrágica e triagem de compostos com potencial terapêutico

Processo: 14/04653-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Ester Cerdeira Sabino
Beneficiário:Andreza Vitória Calabrez de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/01690-0 - Implantação de um modelo in vitro de avaliação da permeabilidade vascular para estudos da patogênese da dengue hemorrágica e triagem de compostos com potencial terapêutico, AP.R
Assunto(s):Virologia   Vírus da dengue   Dengue grave   Monócitos   Células endoteliais   Permeabilidade capilar

Resumo

A patogênese da dengue hemorrágica (DH) é complexa e multifatorial, envolvendo fatores virais e do hospedeiro. Além disso, a escassez de modelos animais que representem satisfatoriamente a fisiopatologia da dengue em humanos limita os avanços no entendimento dos mecanismos da DH e dificulta o desenvolvimento de fármacos para o tratamento da dengue. Sendo assim, este projeto visa a implantação de um sistema in vitro de co-cultura de células endoteliais e monócitos infectados pelo DENV para estudar os fatores envolvidos no extravasamento vascular e possíveis fármacos que possam inibir este processo. As células endoteliais serão cultivadas sobre insertos de membranas microporosas dispostos em placas de cultura gerando dois compartimentos, apical e basolateral. Neste sistema, culturas de monócitos infectados pelo DENV produzirão citocinas que quando em contato com as células endoteliais irão interferir com a permeabilidade vascular in vitro, semelhantemente ao que ocorre in vivo. Através da adição de dextrana fluorescente no lado apical e medição da sua transferência para o lado basolateral a permeabilidade vascular será calculada. Desta maneira, será possível fazer a triagem de compostos com potencial terapêutico na dengue, estudar a interferência na permeabilidade vascular por diferentes isolados clínicos do DENV e avaliar o perfil de produção de citocinas em reposta a infecção para melhor entender os fatores que interferem na patogenia da DH.Atividades Padronização dos parâmetros experimentais Avaliação da infecção por diferentes cepas virais Avaliação do perfil de citocinas liberadas Avaliação de compostos com potencial atividade anti-hemorrágica (AU)