Busca avançada
Ano de início
Entree

Otimização da estimação do espectro de potência de galáxias em grandes escalas

Processo: 13/26591-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Extragaláctica
Pesquisador responsável:Laerte Sodré Junior
Beneficiário:Henrique Scemes Xavier
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51680-6 - Explorando o universo: da formação de galáxias aos planetas tipo-terra, com o Telescópio Gigante Magellan, AP.ESP
Bolsa(s) vinculada(s):14/14996-3 - Otimização da estimação do espectro de potência de galáxias em grandes escalas, BE.EP.PD
Assunto(s):Cosmologia (astronomia)   Galáxias

Resumo

Dado o grande volume de dados atualmente disponíveis na cosmologia e a perspectiva de seu crescimento futuro, o tratamento ótimo dos dados é fundamental. Mapeamentos de galáxias em fase de construção, inclusive alguns dos quais o Brasil faz parte - o J-PAS e o PFS, por exemplo - vão cobrir volumes muito maiores que os atuais e alcançar escalas cosmológicas ainda não acessíveis. Embora exista uma boa quantidade de métodos e estratégias para a estimação do espectro de potência de galáxias na literatura, não existem estudos detalhados comparando esses métodos de forma realista, de forma que não está claro qual a estratégia ótima de análise, em especial para as grandes escalas, altos redshifts e novos métodos característicos desses projetos. Nosso objetivo é fazer um estudo comparativo com base em simulações realistas para determinar o melhor método de análise da distribuição de galáxias em grandes escalas. (AU)