Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão taxonômica de Ormiophasia Townsend, 1919 (Diptera, Tachinidae, Ormiini), com foco nos holótipos de Séguy

Processo: 14/01952-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 27 de abril de 2014
Vigência (Término): 26 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Silvio Shigueo Nihei
Beneficiário:Filipe Macedo Gudin
Supervisor no Exterior: Christophe Daugeron
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Muséum National d'Histoire Naturelle, França  
Vinculado à bolsa:12/17847-3 - Revisão taxonômica e análise cladística de Ormiophasia Townsend, 1919 (Diptera, Tachinidae, Ormiini)., BP.MS
Assunto(s):Entomologia   Análise cladística   Tachinidae

Resumo

Tachinidae é uma das maiores famílias de Diptera em número de espécies. Além disso, todas as espécies são parasitoides de outros artrópodes. Devido a essa grande diversidade e à carência de estudos sistemáticos adequados, a classificação de Tachinidae é ainda frágil e confusa, principalmente na Região Neotropical. Atualmente, Tachinidae é dividido em quatro subfamílias: Dexiinae, Phasiinae, Exoristinae e Tachininae, a qual contém a tribo Ormiini. Ormiínios possuem distribuição cosmopolita e são principalmente caracterizados por localizarem seus hospedeiros (Orhoptera, Ensifera) fonotaticamente. Isso é possível por possuírem um prosterno inflado e modificado em uma membrana acústica. O gênero Ormiophasia Townsend, 1919 possui nove espécies válidas e é o único gênero da tribo endêmico da Região Neotropical. As sinonímias feitas em Ormiophasia tem sido motivos de dúvida e questionamento por muitos autores, especialmente por causa dos três gêneros monotípicos descritos por Eugene Séguy: Plagiatormia obscura, Pseudormia inflata e Pseudoneoptera morardi. Isso reflete-se claramente no número de espécies em Ormiophasia, o qual variou de dois, com as sinonímias de Townsend em 1931, a nove, no catálogo de Guimarães em 1971. Para esclarecer essa questão, o objetivo deste projeto é examinar e redescrever os três holótipos de Séguy, depositados no Muséum National D'Histoire Naturelle, em Paris, e estudar o possível material não identificado de Ormiophasia presente na coleção. Resultados preliminares com a consulta das descrições originais e o estudo dos espécimes de Ormiophasia emprestados indicam que O. morardi é provavelmente uma espécie válida, restrita a Floresta Amazônica, e O. obscura (distribuída na Argentina) não é sinônimo de O. busckii (típica do Panamá). A situação de O. inflata permanece incerta. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GUDIN, FILIPE M.; NIHEI, SILVIO S. Taxonomic revision of the Neotropical genus Ormiophasia Townsend, 1919 (Diptera: Tachinidae), with the description of eight new species. Zootaxa, v. 4643, n. 1, p. 1-74, JUL 22 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.