Busca avançada
Ano de início
Entree

Erosão dental causada por ácido de origem endógena: efeito do conteúdo reduzido de cálcio em formulações de saliva

Processo: 13/27072-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Cecilia Pedroso Turssi
Beneficiário:Giovanna Corrêa Denucci
Instituição-sede: Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic. Faculdade São Leopoldo Mandic (SLMANDIC). Sociedade Regional de Ensino e Saúde S/S Ltda (SRES). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Hipocalcemia   Cirurgia bariátrica   Saliva   Erosão dentária   Microdureza   Perfilometria

Resumo

A cirurgia bariátrica eleva o risco de deficiências nutricionais. Uma delas é a hipocalcemia, que acomete de 25 a 50% dos pacientes. Considerando que as concentrações salivares e séricas de cálcio são diretamente proporcionais, já se observou que a hipocalcemia pode reduzir em 80% a secreção de cálcio na saliva. Sendo assim, pacientes submetidos à cirurgia bariátrica podem apresentar depleção de cálcio em sua saliva. Neste sentido, já se demonstrou que reduções na saturação da saliva em relação a níveis biológicos de cálcio reduzem a remineralização de dentes erodidos. Desse modo, pode-se estimar que a hipocalcemia e consequentemente a redução do conteúdo de cálcio na saliva, poderia influenciar a remineralização dental após episódios erosivos pelo ácido clorídrico, presente na cavidade oral de pacientes que se submeteram à cirurgia bariátrica em decorrência do vômito, evento comum no período pós-operatório desses pacientes. Adicionalmente, pode-se hipotetizar que na dependência do grau de hipocalcemia e consequentemente da saturação de cálcio na saliva, a remineralização de tecidos dentais após episódios erosivos poderia ser mais ou menos acometida. Assim, este estudo tem como objetivo avaliar se formulações de saliva contendo concentrações reduzidas de cálcio poderiam afetar a magnitude da erosão dental causada pelo ácido clorídrico. Para tal, será empregado um delineamento em blocos completos casualizados, com esquema unifatorial, em que serão comparadas salivas artificiais cujas formulações possuirão reduções no conteúdo de cálcio em diferentes magnitudes. Sessenta fragmentos de esmalte e 60 fragmentos de dentina bovinos serão embutidos, planificados, polidos e submetidos a leituras iniciais de microdureza Knoop e à análise de sua curvatura em perfilômetro óptico. Após isolamento de áreas laterais de referência nos corpos de prova, estes serão expostos a uma solução de ácido clorídrico (0,01 M; pH 2) por 120 s. Em seguida, os espécimes serão imersos, por 24 h, em salivas artificiais contendo três diferentes concentrações de cálcio, as quais simulam condições séricas de normocalcemia, hipocalcemia leve ou hipocalcemia severa (n = 15). O grupo controle negativo será imerso em saliva artificial isenta de cálcio. A exposição ao ácido clorídrico seguida pela imersão em uma das salivas artificiais será realizada cinco vezes. Serão conduzidas mensurações da profundidade do desgaste e de microdureza Knoop, cujos valores serão analisados por métodos estatísticos nos campos paramétrico ou não paramétrico, adotando-se o nível de significância de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DENUCCI, G. C.; MANTILLA, T. F.; AMARAL, F. L. B.; BASTING, R. T.; FRANCA, F. M. G.; TURSSI, C. P. Saliva with reduced calcium and phosphorous concentrations: Effect on erosion dental lesions. ORAL DISEASES, v. 24, n. 6, p. 957-963, SEP 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.