Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos do amor no Roman de la Rose de Guillaume de Lorris e Jean de Meun (século XIII)

Processo: 13/13579-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Antiga e Medieval
Pesquisador responsável:Ruy de Oliveira Andrade Filho
Beneficiário:Luiz Fernando Alves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/10724-9 - Amor e cortesia em o romance da rosa (século XIII), BE.EP.MS
Assunto(s):História cultural   Século XIII   História das ideias

Resumo

Estudo da concepção de amor cortesão idealizada por Guillaume de Lorris, e sua negação em Jean de Meun, a partir das alegorias e símbolos contidos no Roman de la Rose - poema que Guillaume começou a escrever por volta de 1225 e que Jean continuou cerca de 40 anos depois; suas duas partes são distintas entre si, tanto pelo tratamento dos temas abordados quanto pela extensão. A versão final da obra compreende quase 22 mil versos em alguns manuscritos. Trata-se de um dos mais influentes escritos literários da Idade Média; tendo influenciado poetas como Chaucer, Dante e Deschamps, e suscitado debates sobre seu valor estético e moral entre humanistas franceses como Christine de Pizan e Jean Gerson. O gênero romanesco da literatura francesa do século XIII é inseparável da realidade que o tornou possível, e, portanto, as condições sociais que possibilitaram o Roman de la Rose serão também consideradas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALVES, Luiz Fernando. Aspectos do amor no Roman de la Rose de Guillaume de Lorris e Jean de Meun (Século XIII). 2015. 103 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Letras (Campus de Assis)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.