Busca avançada
Ano de início
Entree

Saúde e estilo de vida dos Paleoamericanos de Lagoa Santa: uma abordagem etnobioarqueológica

Processo: 14/03424-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Pesquisador responsável:Pedro José Tótora da Glória
Beneficiário:Pedro José Tótora da Glória
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/00069-0 - Saúde e estilo de vida dos Paleoamericanos de Lagoa Santa: uma abordagem etnobioarqueológica, AP.JP
Assunto(s):Antropologia biológica   Bioarqueologia

Resumo

Este projeto visa entender a saúde e estilo de vida dos Paleoamericanos de Lagoa Santa, usando uma abordagem interdisciplinar. Os esqueletos humanos de Lagoa Santa têm sido estudados tradicionalmente pelos métodos de craniometria, abordando questões sobre história populacional e modelos de migrações humanas. Este projeto visa quebrar essa tradição de pesquisa, formando um grupo de pesquisa focado no entendimento do comportamento das populações humanas, tais como hábitos alimentares e padrões de atividade física. Três linhas de investigação serão adotadas neste projeto. Primeiro, é proposta uma caracterização cronológica da coleção Lagoa Santa e a aplicação de métodos de reconstrução de dieta (microdesgaste dentário) e atividade física (secção geométrica do fêmur e marcas de estresse músculo-esqueletal) usando os esqueletos humanos. Segundo, será investigado o potencial cariogênico dos alimentos da região de Lagoa Santa, identificando itens alimentares potencialmente causadores da alta prevalência de cáries encontrada nos esqueletos Paleoamericanos da região. Esses dados serão cruzados com o registro paleobotânico e etnográfico da região. Terceiro, um projeto exploratório na Amazônia investigará importância da dieta e da fertilidade na saúde bucal das populações ribeirinhas do médio Solimões. Visa-se nesta parte do projeto entender a interação dos múltiplos fatores causadores das cáries, ajudando a interpretar corretamente a prevalência de cáries em populações esqueletais. Esta interação entre estudos com populações esqueletais e vivas é inédito no contexto brasileiro, sendo denominada etnobioaqueologia. A junção de áreas do conhecimento de diferentes disciplinas é essencial para o entendimento do comportamento humano no passado, sendo o ponto crucial do projeto aqui elaborado.