Busca avançada
Ano de início
Entree

Antonio Bento: discurso e prática abolicionista ná São Paulo da década dè 1880

Processo: 13/18314-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Maria Helena Pereira Toledo Machado
Beneficiário:Alexandre Ferro Otsuka
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):São Paulo   Escravidão

Resumo

Esta pesquisa propõe a elaboração de uma biografia política de Antonio Bento de Souza e Castro, com o objetivo de melhor compreender a luta abolicionista na cidade de São Paulo na década de 1880. Antonio Bento ficou conhecido como um importante abolicionista em consequência da liderança da Ordem dos Caifazes, grupo que se empenhou no resgate de cativos através do auxílio direto à fuga, fornecimento de esconderijos provisórios e envio para locais seguros. Em razão desta prática libertadora, parte da historiografia compreende sua atuação como eminentemente radical, contrapondo-a à atuação "legalista" e judicial de homens como Luiz Gama.A análise do jornal A Redempção, do qual Antonio Bento foi redator chefe, publicado entre o início de 1887 e a abolição da escravidão, em maio de 1888, servirá de pilar documental a este trabalho. É através do periódico que procuraremos mapear o mundo político e a teia de relações sociais nas quais esteve imerso o abolicionista, investigando seus projetos de libertação e seus discursos sobre a liberdade dos escravos no Brasil.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
OTSUKA, Alexandre Ferro. Antonio Bento: discurso e prática abolicionista na São Paulo da década de 1880. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.