Busca avançada
Ano de início
Entree

Biorrefinaria na indústria agroalimentar: reaproveitamento de resíduos para produção novos compostos químicos e biohidrogênio

Processo: 14/05176-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Tânia Forster Carneiro
Beneficiário:Lucas Augusto Abrucezze Ruas
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/19817-1 - Biorefinaria na indústria agroalimentar: reaproveitamento de resíduos para produção de novos compostos químicos e biohidrogênio, AP.BIOEN.JP
Assunto(s):Extração supercrítica   Aproveitamento de subprodutos   Biorrefinarias   Biomassa   Bio-hidrogênio   Compostos químicos

Resumo

Tecnologias de reaproveitamento de resíduos para a produção de novos produtos com aproveitamento energético estão emergindo como uma forma eficiente e economicamente viável com um grande potencial em termos de produção e valor de mercado. Dentre estas tecnologias emergentes se encontra a Hidrólise e a Gaseificação sub/supercrítica. Recentes pesquisas indicam que a tecnologia da gaseificação sub/supercrítica é economicamente viável quando comparado com a tecnologia de gaseificação térmica devido à alta solubilidade dos componentes da biomassa na água supercrítica gerando um gás mais limpo (sem alcatrão e piche) e com maior concentração de biohidrogênio. O desafio consiste na otimização dos parâmetros operacionais envolvidos no processo, de modo a maximizar as condições de temperatura e pressão, em reatores com volume total de tratamento mais elevado. Neste projeto uma nova linha de pesquisa será implantada para desenvolver novos produtos químicos com alto valor agregado a partir de resíduos da indústria agroalimentar em unidades industriais conhecidas como biorrefinarias da biomassa através da integração de duas tecnologias emergentes a Hidrólise e a Gaseificação com água sub/supercrítica. Testes exaustivos com os diferentes parâmetros operacionais serão necessários, assim como composição do gás e seu rendimento aos diferentes resíduos (resíduos da soja, cana, amendoim e do tomate). Este projeto propõe a obtenção de um gás limpo com alta concentração de biohidrogênio em temperaturas mais baixas (condições subcríticas, 200-374°C) buscando uma redução dos custos de produção para realizar processos de "Gaseificação sub/supercrítica" a grande escala.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.