Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações filogenéticas, filogeográficas e discriminação molecular de espécies do gênero Ancistrus Kner, 1854 (Siluriformes: Loricariidae) que compõem três bacias hidrográficas do Estado do Mato Grosso, Brasil

Processo: 13/17826-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Patricia Pasquali Parise Maltempi
Beneficiário:Rafael Splendore de Borba
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Cromossomos   DNA mitocondrial   Filogenia

Resumo

A tribo Ancistrini é constituída por 217 espécies válidas, as quais são distribuídas em 29 gêneros, de modo que no Brasil são encontrados 21 gêneros, em um total de 78 espécies nominais. Dentre estes, o gênero Ancistrus é um dos mais diversificados da tribo, possuindo atualmente 59 espécies nominais, podendo ser diferenciados dos outros loricariideos devido à ausência de placas e odontódios na margem anterior do focinho, onde existem apenas pequenos tentáculos carnudos e odontódeos interoperculares bem desenvolvidos. Diversas espécies do gênero Ancistrus já foram descritas na região das bacias dos rios Amazonas e Paraguai nos estados do Amazonas e Mato Grosso, assim esta região abriga uma grande diversidade de espécies do gênero. Estes peixes também apresentam a taxonomia bastante duvidosa, não existindo ainda uma chave precisa de identificação para estas espécies. Apesar da existência de estudos morfológicos, sistemáticos e filogenéticos que indicam que o gênero Ancistrus constitui uma unidade monofilética, as relações filogenéticas no gênero ainda permanecem incertas, devido ao grande número de descrições e redescrições já realizadas. Neste sentido a presente proposta tem como objetivo a realização de análises filogenéticas, filogeográficas e uma discriminação molecular, através de sequências dos genes mitocondriais ATP sintetase subunidades 6 e 8 e Citocromo oxidase c subunidade I, das espécies do gênero Ancistrus que compõe a bacia do Rio Paraguai, bacia Amazônica e Araguaia-Tocantins no estado do Mato Grosso.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE BORBA, RAFAEL SPLENDORE; MARIOTTO, SANDRA; CENTOFANTE, LIANO; ZAWADZKI, CLAUDIO HENRIQUE; PARISE-MALTEMPI, PATRICIA PASQUALI. Molecular discrimination of Ancistrus lineages (Siluriformes: Loricariidae) using barcode DNA tool. MITOCHONDRIAL DNA PART A, v. 30, n. 4 APR 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BORBA, Rafael Splendore de. Relações filogenéticas, filogeográficas e discriminação molecular de espécies de peixes do gênero Ancistrus Kner, 1854 (Siluriformes : Loricariidae). 2018. 97 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.