Busca avançada
Ano de início
Entree

Remodelação óssea e análise biomecânica do côndilo da mandíbula em ratos com sobrecarga oclusal

Processo: 14/01747-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Radiologia Odontológica
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Rossi
Beneficiário:Sabryna Renata Closs
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Microtomografia   Articulação temporomandibular   Osso e ossos

Resumo

INTRODUÇÃO: Estudos têm utilizado diferentes métodos para verificar a intensidade das tensões nos tecidos articulares, especialmente no côndilo da mandíbula, quando existem alterações oclusais, como os contatos prematuros, uma vez que as forças aplicadas aos dentes são dissipadas parcialmente na ATM. OBJETIVO: avaliar a remodelação óssea e a biomecânica do côndilo da mandíbula em ratos adultos com sobrecarga oclusal. MATERIAIS E MÉTODOS: Serão utilizados 25 ratos machos (Rattus norvegicus albinus), linhagem Wistar, com 2 meses de idade. Ao completarem 2 meses de idade, será realizada a aplicação unilateral (lado direito) de resina composta fotopolimerizável nos molares superiores em 20 ratos, simulando uma condição de contato prematuro posterior. Em seguida, estes animais serão distribuídos em 4 subgrupos (n=5) de acordo com o período de sacrifício: 7, 14, 21, e 28 dias pós aplicação da resina. No grupo controle, será mantida a dentição sem alteração oclusal (sem aplicação da resina) nos ratos constituindo o grupo controle. A partir da idade inicial (2 meses), estes animais serão sacrificados com 7 dias. As cabeças de todos os ratos serão submetidas à microtomografia computadorizada em um microtomógrafo SkyScan 1174. Após a reconstrução tridimensional de ambos os lados de cada mandíbula, as medidas para o cálculo do volume do côndilo da mandíbula serão realizadas no software CT-Analyzer. Utilizando a reconstrução tridimensional de cada rato, será realizada a análise de elementos finitos para avaliar a dissipação de tensões para o côndilo da mandíbula e, assim, verificar a correlação entre o volume do côndilo da mandíbula e as tensões obtidas. RESULTADOS ESPERADOS: Espera-se que a remodelação óssea do côndilo da mandíbula frente às alterações biomecânicas provocadas por simulação de contato prematuro posterior, sejam melhor compreendidas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.