Busca avançada
Ano de início
Entree

De transtornos, tormentos e delícias: atores, redes, circulação de categorias e disputas de sentidos em torno do sadomasoquismo no Brasil

Processo: 13/26405-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Regina Facchini
Beneficiário:Sarah Rossetti Machado
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/21046-4 - De transtornos, tormentos e delícias: atores, redes, circulação de categorias e disputas de sentidos em torno do sadomasoquismo no Brasil, BE.EP.MS
Assunto(s):Sexualidade   Estudos de gênero   Sadomasoquismo   Redes sociais

Resumo

Este projeto é desdobramento de dois anos de pesquisas de iniciação científica da candidata. Insere-se nos estudos sobre gênero e sexualidade, na interface com a antropologia do conhecimento. Tem como objeto empírico uma rede de praticantes de BDSM (bondage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo)/sadomasoquismo erótico que, ao produzirem contos, livros, blogs e sites de internet, colocam-se publicamente como tal e, eventualmente, disputam sentidos relacionados ao estigma e à patologização de suas condutas sexuais. O projeto toma processos sociais recentes na sociedade brasileira, tendo por objetivo geral colaborar para o conhecimento: 1) de mudanças nas convenções sociais de gênero e de sexualidade; 2) da produção de sujeitos e "comunidades" relacionadas à sexualidade e estratégias de legitimação de condutas sexuais. A aproximação em relação aos adeptos de BDSM e suas redes se dá por meio de sua produção textual entre as décadas de 1980 e 2000, focalizando: 1) a composição das redes e a interlocução entre praticantes e atores como ativistas e cientistas/profissionais que atuam na interface entre sexualidade e saúde; 2) a circulação e disputa de categorias relacionadas ao sadomasoquismo; 3) variações no formato narrativo, nos conteúdos de tal produção, bem como no contexto sociopolítico e nas redes a partir das quais são produzidas. A metodologia proposta lança mão de técnicas qualitativas, integrando: 1) análise documental de cinco livros brasileiros escritos por praticantes de BDSM, publicados entre os anos 1980 e 2000, de contos e cartas de leitores publicados em revistas eróticas, além de material escrito ou audiovisual disponibilizado na internet; 2) realização e análise de entrevistas com autores da produção analisada e outros praticantes.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.