Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão taxonômica da família Gymnuridae (Chondrichthyes: Myliobatoidei)

Processo: 14/05247-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 02 de maio de 2014
Vigência (Término): 01 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Marcelo Rodrigues de Carvalho
Beneficiário:Leandro Yokota
Supervisor no Exterior: William Toby White
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : CSIRO Marine and Atmospheric Research, Austrália  
Vinculado à bolsa:11/23759-7 - Revisão taxonômica da família Gymnuridae (Chondrichthyes: Myliobatoidei), BP.PD
Assunto(s):Raias   Zoologia (classificação)   Análise multivariada   Elasmobrânquios

Resumo

As raias da família Gymnuridae são marinhas, demersais e costeiras de distribuição global em três grandes regiões geográficas: Índico e Indo-Pacífico, Pacífico Leste e Atlântico (incluindo o Mar Mediterrâneo). Embora as raias-borboleta sejam facilmente distinguidas de outros batóideos, seus representantes apresentam grande similaridade morfológica e, ao mesmo tempo, consideráveis variações intraespecíficas, o que tem conduzido a certa confusão taxonômica em nível genérico e específico dentro da família. Atualmente a família é representada por dois gêneros e entre 10 e 13 espécies validas (de cerca de 25 espécies nominais disponíveis), contudo a validade do gênero Aetoplatea é questionada. No geral as espécies apresentam apenas descrições breves e superficiais, e incertezas taxonômicas na identificação e distinção destas são comuns. Existem espécies de validade questionada, e provavelmente, populações que vem sendo tratadas como a mesma espécie, mas que na verdade podem ser unidades taxonômicas distintas, bem como populações tidas como unidades taxonômicas distintas que podem se tratar da mesma espécie. O projeto de pós-doutorado vinculado à presente proposta visa a revisão taxonômica da família Gymnuridae, através de técnicas de análise multivariada e técnicas investigativas morfológicas. Sua viabilidade depende, portanto, da realização de estágios de pesquisa em instituições internacionais para analise de material tipo e comparativo representativo das espécies nominais disponíveis para a família. Na presente proposta é apresentada a solicitação da Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE) para a realização do estágio de pesquisa na Australian National Fish Collection (ANFC), CSIRO Marine & Atmospheric Research em Hobart, Austrália. Material de outras Instituições regionais também serão analisados. (AU)