Busca avançada
Ano de início
Entree

Mansonella ozzardi: uma filária negligenciada que pode modular a resposta imune contra infecções concomitantes

Processo: 13/26928-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Helmintologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Marcelo Urbano Ferreira
Beneficiário:Nathália Ferreira Lima
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/06970-0 - Mansonella ozzardi: uma filária negligenciada do Novo Mundo que pode modular a resposta imune contra infecções concomitantes, BE.EP.DR
Assunto(s):Imunologia   Interleucina-10   Mansonella ozzardi   Amazonas

Resumo

As infecções humanas com a filária Mansonella ozzardi ocorrem em focos situados em regiões tropicais e subtropicais da América Central e do Sul e frequentemente coexistem com outras doenças endêmicas tropicais, como a malária. Na Amazônia brasileira, as infecções são geralmente assintomáticas; a maior parte delas deixa de ser diagnosticada. As filarioses crônicas, geralmente não tratadas, podem criar um ambiente imunorregulador, caracterizado pela expansão de linfócitos T produtores de IL-10, que mediam a supressão de respostas proliferativas de células T frente a antígenos específicos bem como a antígenos não-relacionados. Entretanto, permanece desconhecido o impacto potencial de infecções humanas por M. ozzardi na resposta celular a outros patógenos localmente prevalentes, como Toxoplasma gondii e Plasmodium vivax. Este projeto tem como objetivo principal verificar se as infecções humanas por M. ozzardi induzem a expansão de populações de linfócitos T CD4+ com potencial imunorregulador e se essas populações celulares são capazes, de inibir respostas proliferativas, ex-vivo, frente a antígenos não-relacionados e a mitógenos. O projeto também objetiva medir os níveis plasmáticos de diversas citocinas inflamatórias e regulatórias e investigar as possíveis fontes celulares de IL-10, a principal citocina regulatória, durante a infecção por M. ozzardi entre indivíduos que vivem em uma área endêmica do estado do Amazonas, Brasil.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LIMA, NATHALIA F.; GONCALVES-LOPES, RAQUEL M.; KRUIZE, YVONNE C. M.; YAZDANBAKHSH, MARIA; FERREIRA, MARCELO U. CD39 and immune regulation in a chronic helminth infection: The puzzling case of Mansonella ozzardi. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 12, n. 3 MAR 2018. Citações Web of Science: 2.
DE OLIVEIRA, THAIS C.; RODRIGUES, PRISCILA T.; MENEZES, MARIA JOSE; GONCALVES-LOPES, RAQUEL M.; BASTOS, MELISSA S.; LIMA, NATHALIA F.; BARBOSA, SUSANA; GERBER, ALEXANDRA L.; DE MORAIS, GUILHERME LOSS; BERNA, LUISA; PHELAN, JODY; ROBELLO, CARLOS; DE VASCONCELOS, ANA TEREZA R.; ALVES, JOAO MARCELO P.; FERREIRA, MARCELO U. Genome-wide diversity and differentiation in New World populations of the human malaria parasite Plasmodium vivax. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 11, n. 7 JUL 2017. Citações Web of Science: 8.
FONTOURA, PABLO S.; FINCO, BRUNA F.; LIMA, NATHALIA F.; DE CARVALHO, JR., JAQUES F.; VINETZ, JOSEPH M.; CASTRO, MARCIA C.; FERREIRA, MARCELO U. Reactive Case Detection for Plasmodium vivax Malaria Elimination in Rural Amazonia. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 10, n. 12 DEC 2016. Citações Web of Science: 3.
LIMA, NATHALIA F.; AYBAR, CECILIA A. VEGGIANI; JURI, MARIA J. DANTUR; FERREIRA, MARCELO U. Mansonella ozzardi: a neglected New World filarial nematode. PATHOGENS AND GLOBAL HEALTH, v. 110, n. 3, p. 97-107, 2016. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIMA, Nathália Ferreira. Mansonella ozzardi: uma filaria negligenciada que pode modular a resposta imune.. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.