Busca avançada
Ano de início
Entree

Moacir Santos ghostwriter: a composição de trilhas musicais no período norte-americano

Processo: 13/23992-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Claudiney Rodrigues Carrasco
Beneficiário:Lucas Zangirolami Bonetti
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/03111-3 - As trilhas musicais de Moacir Santos: pesquisa de campo na Califórnia, BE.EP.DR

Resumo

O presente projeto pretende discutir uma parte específica da obra de Moacir Santos (1926-2006), que está temporalmente localizada nas primeiras décadas que o compositor fixou residência nos EUA, aproximadamente de 1967 a 1985. Por essa época Santos passou a ser um requisitado compositor das indústrias de cinema e televisão norte-americanas, tendo participado da produção de importantes filmes e seriados do período. Aqui, os materiais que serão considerados como foco principal de estudo são as parcerias com Henry Mancini (1924-1994) e Lalo Schifin (1932-), nas quais Santos trabalhou como ghostwriter.O autor deste projeto realizou uma pesquisa precedente que trata da análise das trilhas assinadas por Moacir Santos no Brasil na década de 1960, período imediatamente anterior à sua ida para a América do Norte, de forma a estabelecer os processos composicionais de Santos como "trilhista" do mercado audiovisual. A partir desses resultados pretende-se apontar as inserções musicais dos produtos audiovisuais norte-americanos com características composicionais de Moacir Santos e, assim, referenciar essa parte de sua obra, negligenciada pelos pesquisadores até o presente momento.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.