Busca avançada
Ano de início
Entree

Anatomia foliar de espécies de Rubiaceae ocorrentes em ambiente impactado e não impactado pela ação da mineração de calcário

Processo: 13/21855-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Aline Redondo Martins
Beneficiário:Isabela Alonso Buzetti
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Rubiaceae   Indicadores biológicos   Anatomia vegetal   Poluição   Mineração

Resumo

O impacto da atividade de empresas mineradoras pode causar vários danos ao ambiente. Um desses impactos pode ser observado não só na fisiologia como na morfologia dos vegetais que se encontram ao redor de áreas impactadas. Estudos anatômicos e morfológicos comparativos e quantitativos podem indicar impactos ambientais sobre os vegetais. Por outro lado tais estudos também podem fornecer subsídios sobre quais espécies apresentam vantagens adaptativas, ou seja, que suportam o impacto ambiental sendo assim indicadas como viáveis na utilização do reflorestamento de áreas de degradadas. O objetivo do presente trabalho é verificar se espécies de Rubiaceae apresentam alterações morfológicas e anatômicas, quando observadas na borda de mata impactada pelo funcionamento de uma mineradora, quando comparada com um ambiente de mata preservada que não sofre tal impacto. As folhas de três espécies de Rubiaceae serão coletadas em uma região afetada pela poluição da mineradora e em uma área sem o impacto. Após a coleta, amostras das folhas serão fixadas, desidratadas, incluídas em resina sintética e seccionadas para montagem de lâminas histológicas e posterior análise anatômica para verificação de alterações nos tecidos da folha.