Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos do acúmulo de GMPc em linhagens celulares de tumores de pâncreas e pulmão

Processo: 13/02246-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 05 de junho de 2014
Vigência (Término): 04 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Fabíola Taufic Monica Iglesias
Beneficiário:Fabíola Taufic Monica Iglesias
Anfitrião: Ferid Murad
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: George Washington University, Estados Unidos  
Assunto(s):Neoplasias pulmonares   Neoplasias pancreáticas   Guanilato ciclase

Resumo

O óxido nítrico (NO) participa de muitos processos fisiológicos relacionados aos sistemas nervoso central e periférico. Todavia, o descontrole na síntese do NO está implicado na patogênese de doenças cardiovasculares, autoimune, rejeição de transplantes, sepse, doenças cerebrais degenerativas, inflamação e indução/inibição de tumores. Em relação a tumores baixas concentrações de NO contribuem para o seu desenvolvimento uma vez que pode haver potencialização da sobrevivência e proliferação, angiogênese e invasividade tumoral. O efeito do NO também pode ser devido a um mecanismo independente da ação do GMPc, mediado, principalmente, pelas espécies reativas de oxigênio (O2.--, OH.) e nitrogênio (NO2., N2O3, ONOO--). O NO e outros componentes da via, como guanilato ciclase solúvel (GCs), guanilato ciclase particulada (pGC), proteína quinase ativada GMPc (PKG) e fosfodiesterase (PDE) estão presentes em diferentes tipos de câncer e podem regular tanto a sobrevivência como morte celular. Baseado no exposto alguns aspectos ficam claros quanto ao papel da via NO-cGMP-PDE5 em tumores: 1) a expressão da GCs alfa-1 e beta1 varia de acordo com o tipo de tumor; 2) existem tumores onde há aumento da expressão da PDE5, porém em outros a mesma encontra-se inalterada; 3) os inibidores da PDE5 apresentaram efeito antiproliferativo e pró-apoptótico; 4) alguns trabalhos mostraram aumento da expressão dos transportadores de efluxo de AMPc (MRP4) e GMPc (MRP5) em células tutorais, o que contribuiria para o maior efluo de AMPc e GMPc, respectivamente, favorecendo assim a tumorogênese. Assim, o presente projeto tem como objetivo avaliar o efeito do acúmulo de GMPc em linhagens de celulares de câncer de pâncreas (PANC-1 e BxPC-3) e pulmão (NCI-H2126 e A-549). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOTOLONGO, ALEX; MONICA, FABIOLA ZAKIA; KOTS, ALEX; XIAO, HAIJIE; LIU, JUN; SETO, EDWARD; BIAN, KA; MURAD, FERID. Epigenetic regulation of soluble guanylate cyclase (sGC) 1 in breast cancer cells. FASEB JOURNAL, v. 30, n. 9, p. 3171-3180, SEP 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.