Busca avançada
Ano de início
Entree

Dormentes em madeira laminada colada provenientes de espécies de reflorestamento

Processo: 14/03806-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Carlito Calil Neto
Beneficiário:Carlito Calil Neto
Empresa:Calil & Icimoto Madeiras Ltda
Vinculado ao auxílio:13/50095-8 - Dormentes em madeira laminada colada provenientes de espécies de reflorestamento, AP.PIPE
Assunto(s):Madeira   Reflorestamento   Dormentes   Inovação   Normas técnicas

Resumo

Para o desenvolvimento deste projeto será necessário então fazer ensaios utilizando as normas nacionais e internacionais que mostrem o desempenho técnico e a viabilidade do produto a ser desenvolvido. Primeiramente deverá ser feita a classificação visual das peças de madeira que compõe a fabricação do produto final, esta é baseada na premissa de que as propriedades mecânicas de uma peça estrutural diferem das propriedades mecânicas de corpos-de-prova isentos de defeitos em função da presença de características de crescimento, e que tais características podem ser notadas e avaliadas pelo olho humano. Com o auxílio de regras de classificação, estas características de crescimento são usadas para selecionar a madeira em classes de qualidade. Em seguida deve ser realizada a avaliação não-destrutiva das peças por meio da técnica de vibração transversal ou longitudinal, a qual é baseada na relação existente entre a rigidez e a frequência natural de vibração. O objetivo da classificação visual e mecânica é posicionar estrategicamente as peças de maior qualidade nas regiões mais solicitadas e peças com qualidade inferior nas regiões menos solicitadas do produto final. Após a confecção dos dormentes, os mesmos serão testados em laboratório conforme as recomendações normativas específicas para o produto, onde para os testes Módulo de Elasticidade (MOE) e Módulo de Ruptura (MOR) à flexão, compressão, arrancamento de parafuso normal e lateral, a norma seguida será a AREMA/2009 - Manual for Railway Engineering, para o ensaio de dureza a norma adotada será a NBR 7190/1997 Projetos de Estruturas de Madeira, já para os ensaios de delaminação e cisalhamento na linha de cola será adotada a norma CSA 0177-2006. O ensaio de compressão normal possui a finalidade determinar a capacidade de resistência dos dormentes na compressão, onde uma carga perpendicular às fibras é aplicada. O ensaio de arrancamento normal tem o objetivo de determinar a capacidade de resistência dos dormentes no arrancamento de parafuso (fixado no sentido normal às fibras da madeira) que se encontra no sistema de fixação das placas de apoio do trilho. O ensaio de arrancamento lateral tem o objetivo de determinar a capacidade do dormente em manter a resistência ao movimento lateral do parafuso. Este esforço existe, por exemplo, durante um percurso de curva na ferrovia. O ensaio de dureza avalia a resistência que a madeira oferece à penetração de outro corpo. A dureza corresponde à força que é necessária a ser aplicada para fazer penetrar na madeira uma semi-esfera de aço cuja secção diametral tem uma superfície de 1cm². Simulando assim o esforço que o lastro aplica junto aos dormentes. O ensaio de delaminação permite prever o comportamento da combinação espécie - adesivo - tratamento exposta ao exterior. O ensaio de cisalhamento tem a força aplicada na direção perpendicular ao seu eixo longitudinal na linha de cola. Esta força cortante, aplicada no plano da seção transversal, provoca o cisalhamento. Como resposta ao esforço cortante, o material desenvolve em cada um dos pontos de sua seção transversal uma reação chamada resistência ao cisalhamento. Se tratando de um produto estrutural, seguindo métodos de classificação por defeitos e utilizando um rigoroso controle de qualidade, acredita-se que os dormentes produzidos com a tecnologia da MLC atendam as especificações normativas da NBR7511 - Dormentes de madeira. (AU)