Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma abordagem metabolômica para estudar novas fontes de compostos bioativos naturais e sua relação com a capacidade de desativação in vitro de espécies reativas de oxigênio (ROS) e de nitrogênio (RNs)

Processo: 14/07934-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Adriana Zerlotti Mercadante
Beneficiário:Enrique Sentandreu Vicente
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07914-8 - FoRC - Centro de Pesquisa em Alimentos, AP.CEPID
Assunto(s):Química de alimentos   Compostos bioativos   Metabolômica

Resumo

Hoje em dia, apesar dos antioxidantes bem conhecidos, como carotenóides, compostos polifenólicos e vitaminas, já terem sido determinados em uma ampla gama de fontes naturais, a sua presença em muitas frutas brasileiras nativas ou adaptadas ainda permanece desconhecida. Além disso, os dados da literatura sobre a capacidade de extratos de frutas de desativar espécies reativas de oxigênio (ROS) e de nitrogênio (RNS) específicas são escassos. Assim, este projeto tem como objetivo elucidar novas fontes de antioxidantes , com especial atenção aos carotenóides, polifenóis e vitaminas , através do estudo de frutas brasileiras peculiares, como cajá (Spondias lutea), butiá (Butia eriospatha), feijoa (Feijoa sellowiana Berg), amora preta (Rubus spp ) e selvagem (Morus nigra L.), grumixama (Eugenia brasiliensis Lam ) e laranja (Citrus sinensis). A caracterização sistemática de frutos será realizada por uma abordagem metabolômica de carotenóides, vitaminas e compostos fenólicos usando análise por cromatografia líquida de alta eficiência acoplada aos detectores de arranjo diodos e de massas em tanedm (HPLC-DAD-MSn), enquanto os açúcares , ácidos orgânicos e aminoácidos ácidos serão determinados (como respectivo derivado de trimetilsililo, TMS) por cromatografia em fase gasosa acoplada a espectrometria de massas (GC-MS). Além disso , A capacidade in vitro de extratos destas frutas de desativar algumas ROS e RNS específicas também será estudada em detalhe. A contribuição esperada deste trabalho está relacionada com o desenvolvimento sócio-econômico, estimulando o uso sustentável dos recursos naturais brasileiros, como extratos de frutas ricas em compostos bioativos, pelas indústrias de cosméticos, alimentícia e farmacêutica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BERTO, ALESSANDRA; RIBEIRO, ALESSANDRA BRAGA; SENTANDREU, ENRIQUE; DE SOUZA, NILSON EVELAZIO; MERCADANTE, ADRIANA ZERLOTTI; CHISTE, RENAN CAMPOS; FERNANDES, EDUARDA. The seed of the Amazonian fruit Couepia bracteosa exhibits higher scavenging capacity against ROS and RNS than its shell and pulp extracts. FOOD & FUNCTION, v. 6, n. 9, p. 3081-3090, 2015. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.