Busca avançada
Ano de início
Entree

Épocas de manejo da Urochloa ruziziensis e doses de nitrogênio na produtividade do feijoeiro

Processo: 14/07410-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Marco Eustaquio de Sa
Beneficiário:Gustavo Roberto Fonseca de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Plantio direto   Rotação de culturas   Cultivo de inverno

Resumo

O feijão destaca-se pela importância cultural e socioeconômica no país. A busca por melhores tecnologias de cultivo associadas rentabilidade e alta produção de grãos, tem merecido, nos últimos anos, grande atenção de pesquisadores. Nesse sentido o sistema de plantio direto esta cada vez mais presente na implantação de lavouras, prática que faz uso de plantas de cobertura com intuito de proteger o solo e proporcionar melhores condições para o desenvolvimento dos cultivos. Assim, o manejo da cobertura vegetal torna-se imprescindível para manutenção do plantio direto, propiciando também, sustentabilidade nos sistemas agrícolas. Em termos de nutrição de plantas, a adubação nitrogenada pode ser considerada de suma importância para o feijoeiro, visto que, além de ser um dos elementos que a planta mais absorve e exporta, sua aplicação em doses inadequadas e épocas menos propicias para pleno aproveitamento do elemento pela planta, proporcionam desenvolvimento irregular, distúrbios fisiológicos no vegetal, e consequentemente, baixa produtividade de grãos. Tendo em vista a busca por mais informações sobre o assunto, o objetivo deste trabalho é estudar o efeito das épocas de manejo da Urochloa ruziziensis e doses de nitrogênio sobre os componentes de produção e produtividade de sementes de um cultivar de feijoeiro IAC Imperador, em condições de cerrado no período de outono inverno. Serão avaliadas três épocas de manejo em relação à semeadura do feijoeiro (0,15 e 30 dias antes da semeadura) e cinco doses de nitrogênio em cobertura (0, 40, 80, 120 e 160 kg N/ ha) e os efeitos sobre o desenvolvimento das plantas, produtividade e qualidade das sementes obtidas.