Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização molecular de isolados de Monilinia fructicola com diferentes níveis de sensibilidade a azoxistrobina

Processo: 14/09472-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Lilian Amorim
Beneficiário:Isabela Vescove Primiano
Supervisor no Exterior: Natália A. Peres
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:13/20285-0 - Adaptabilidade de isolados de Monilinia fructicola com diferentes níveis de sensibilidade a azoxistrobina, BP.MS
Assunto(s):Fitopatologia   Análise molecular   Monilinia fructicola   Pessegueiro   Fungos   Fungicidas   Estrobilurina   Íntrons   Mutação

Resumo

O principal controle da podridão parda do pessegueiro (Monilinia fructicola) é realizado por meio de aplicações preventivas de fungicidas, em sua maioria, sistêmicos. O uso contínuo desses fungicidas implica em problemas como a seleção de indivíduos resistentes ao ingrediente ativo e, consequentemente, a perda da eficiência do controle nos pomares. A evolução da população de isolados resistentes ao longo do tempo pode ser prevista com estudos de habilidade competitiva entre isolados resistentes e sensíveis. Portanto, estudos de adaptabilidade (fitness) e estabilidade estão sendo desenvolvidos (FAPESP 2013/20285-0) para verificar e caracterizar isolados de campo com diferentes níveis de sensibilidade a azoxistrobina e ajudar em estratégias anti-resistência. Com o objetivo de complementar e auxiliar a compreensão dos resultados obtidos nesses estudos, a análise molecular será realizada para investigar qual o mecanismo está envolvido com a resistência dos isolados de Monilinia fructicola à estrobilurina e verificar a presença de um intron perto da mutação identificada. Estas análises serão supervisionadas pela professora Dra. Natália Peres, no Centro de Pesquisa e Educação da Universidade da Flórida, (Gulf Coast Research and Education Center of the University of Florida). Esse grupo de pesquisa possui experiência na área de resistência de fungos a fungicidas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, WAGNER V.; PRIMIANO, ISABELA V.; MORALES, RAFAEL G. F.; PERES, NATALIA A.; AMORIM, LILIAN; MAY DE MIO, LOUISE L. Reduced Sensitivity to Azoxystrobin of Monilinia fructicola Isolates From Brazilian Stone Fruits is Not Associated With Previously Described Mutations in the Cytochrome b Gene. PLANT DISEASE, v. 101, n. 5, p. 766-773, MAY 2017. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.