Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações do fator de Von Willebrand e da síntese hepática de fatores hemostáticos em envenenamento experimental pela serpente Bothrops Jararaca

Processo: 13/20239-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 12 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marcelo Larami Santoro
Beneficiário:Camila Martos Thomazini
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Hemostasia   Metaloproteinases   Agentes de coagulação

Resumo

A atividade que o veneno de Bothrops jararaca exerce sobre os sistemas biológicos de sua presa é ampla e complexa, incluindo atividades pró- e anti-hemostáticas. As proteínas do veneno atuam de diferentes formas no organismo, podendo afetar vários componentes em todas as fases do processo hemostático. Diversas alterações são descritas no envenenamento, sendo o quadro hemorrágico a manifestação sistêmica de maior evidência clínica. O sangramento sistêmico é multifatorial e inclui uma coagulopatia por consumo com particularidades específicas, que apresenta aspectos ainda não elucidados. A normalização do desequilíbrio hemostático ocorre gradativamente após a inativação do veneno circulante com soroterapia específica. No entanto, ainda são desconhecidos os mecanismos estimulatórios para essa recuperação. O conhecimento da cinética de síntese dos fatores pelo fígado poderia auxiliar a compreensão desse processo. A plaquetopenia e a disfunção plaquetária, bem como a presença de sangramentos de mucosas, sintomatologia semelhante ao quadro de doença de von Willebrand, também são comumente encontrados no envenenamento por Viperidae. A evidenciação de microangiopatia trombótica decorrente do envenenamento vem sendo relatada, e a observação de hemólise intravascular associada a esse distúrbio. O vWF e sua enzima de clivagem ADAMTS13 poderiam estar intimamente ligados a esse processo, assim como ocorre nos casos já conhecidos de microangiopatia trombótica, como a púrpura trombocitopênica trombótica que apresenta uma redução da atividade da ADAMTS13 e consequente formação de microtrombos plaquetários, associados à plaquetopenia e anemia hemolítica microangiopática. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivos: (1) analisar a ocorrência de alterações quantitativas e qualitativas do fator de von Willebrand (vWF) e sua enzima de clivagem, a ADAMTS13, durante o envenenamento experimental por B. jararaca; (2) investigar a síntese dos fatores de coagulação durante o envenenamento. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.