Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão diferencial de proteínas em ilhas neoplásicas grandes e pequenas por espectrometria de massas baseada em proteômica e sua relação com o prognóstico

Processo: 14/02288-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Adriana Franco Paes Leme
Beneficiário:Carolina Carneiro Soares Macedo
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Estomatologia   Patologia bucal   Carcinoma de células escamosas   Prognóstico

Resumo

O carcinoma de células escamosas oral (CEC) é o tipo de neoplasia maligna mais comum em cabeça e pescoço, com alta prevalência e morbidade. O tratamento é baseado em sistemas de classificação não muito precisos e o prognóstico permanece ruim em muitos casos. Diferentes padrões clínicos e histológicos já foram descritos na tentativa de melhor compreender o curso da doença. Por exemplo, as diferentes áreas do tumor apresentam características morfológicas e moleculares distintas, e estudos recentes apontam a região de invasão tumoral, do inglês invasion tumor front, como área de interesse para análises de perfil molecular e identificação de possíveis marcadores de prognóstico. Assim, o objetivo desse estudo será analisar e comparar a composição diferencial de proteínas totais de ilhas neoplásicas grandes e pequenas do front e do interior do tumor, e correlacionar essas proteínas com o prognóstico. A proteômica será utilizada para a finalidade do estudo associada à microdissecção a laser (ML), consideradas juntas como ferramentas de alta robustez para identificação de proteínas em tecidos neoplásicos em regiões específicas de interesse. Peças cirúrgicas de CEC oral fixadas em parafina serão submetidas a ML para obtenção das amostras compostas pelas seguintes regiões do tecido: 1) ilhas neoplásicas grandes e pequenas da região frontal e 2) ilhas neoplásicas grandes e pequenas do interior do tumor, seguida pela extração das proteínas e análise por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas em tandem (LC-MS/MS). Os dados serão analisados por bioinformática com anotação funcional das proteínas com correlação aos dados clínico-patológicos dos pacientes. A validação das proteínas diferencialmente expressas será realizada por tissue microarray (TMA), como também serão realizados ensaios funcionais de migração e invasão. Dessa maneira, espera-se que a combinação de ML, MS, bioinformática e experimentos funcionais identifique um painel de proteínas que auxiliem a desvendar o curso do CEC oral, predizendo agressividade e prognóstico. Essa abordagem pode auxiliar ainda na compreensão dos mecanismos de interação entre o tecido neoplásico e tecido normal e criar novos alvos terapêuticos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MACEDO, Carolina Carneiro Soares. . 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.