Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de catalisadores para degradação de fármacos por processo Fenton heterogêneo

Processo: 14/04550-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Eduardo Bessa Azevedo
Beneficiário:Thiago Henrique Gomes da Silva
Supervisor no Exterior: Anett Georgi
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Helmholtz Association, Alemanha  
Vinculado à bolsa:12/09569-3 - Acoplamento entre processos biológicos e oxidativos avançados para o tratamento de esgoto sanitário: degradação de fármacos e reuso seguro, BP.DR
Assunto(s):Química ambiental

Resumo

Fármacos são contaminantes lançados continuamente em águas superficiais principalmente pelas estações de tratamento de esgoto (ETE). Esses compostos têm atraído atenção devido aos danos potenciais para o ecossistema aquático e por afetar os seres humanos indiretamente mesmo em baixas concentrações. Embora os processos biológicos e de oxidação avançada (POA) sejam estudados para o tratamento de águas contendo fármacos, o acoplamento de Fenton heterogêneo em reator de leito fixo com um tratamento biológico é uma inovação. A contribuição deste estudo é o desenvolvimento de materiais inertes e de baixo custo como suporte para Fenton heterogêneo. A fonte de ferro será suportada em zeólita natural usando troca de cátions; além disso, magnetita será modificada para estudar um sistema Fenton acelerado. Os catalisadores serão caracterizados. A estabilidade dos materiais em diferentes condições será determinada por medidas de ferro dissolvido. Isotermas de adsorção serão obtidas para um possível processo intermitente de adsorção/oxidação. A degradação dos fármacos em baixa concentração será avaliada em amostras provenientes da ETE municipal de Lípsia (Alemanha). O processo de degradação será otimizado por planejamento de experimentos. Os produtos de degradação serão identificados usando espectrometria de massas. Posteriormente, testes de toxicidade aguda e crônica serão feitos para avaliar qualquer relação entre os efeitos biológicos e os produtos de degradação. Este estudo fornecerá informações para o projeto de um reator de leito fixo que será acoplado ao processo biológico estudado no Brasil, bem como poderá permitir o reuso de água para fins não potáveis. Este projeto também pretende contribuir no treinamento do estudante em uma instituição alemã de renome. (AU)