Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução de Avicennia schaueriana frente à mudanças climáticas históricas e futuras: genômica funcional e ecofisiologia

Processo: 13/26793-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Mariana Vargas Cruz
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ecofisiologia   Conservação   Avicennia schaueriana   Transcriptoma   Mudança climática

Resumo

Manguezais são ecossistemas que ocorrem na fronteira entre o mar e a terra, em latitudes tropicais e subtropicais e que desempenham importantes funções ecológicas e servem de habitat transitório ou permanente para uma fauna extremamente diversificada. Contudo, o desenvolvimento urbano, industrial, agrícola e de aquicultura desordenado somado ao acelerado processo de mudanças climáticas globais (MCG) recentes ameaçam o futuro desses ecossistemas e suas consequências são difíceis de prever. No sentido de conhecer e gerar informações para a conservação das espécies verdadeiras de mangue que ocorrem no litoral brasileiro, nosso grupo de pesquisa tem estudado a variabilidade genética neutra de cinco das seis espécies de mangue encontradas no país, gerando esclarecimentos sobre sua história evolutiva, sua biologia e sobre a distribuição de sua diversidade. O projeto proposto a seguir visa dar continuidade aos estudos das árvores de mangue brasileiras com os objetivos de compreender quais as respostas genéticas e ecofisiológicas de Avicennia schaueriana a temperaturas contrastantes e também de entender como pressões seletivas associadas às MCG do passado podem afetar o comportamento e o desenvolvimento dessas plantas em um cenário de mudanças futuras. Para atingir esse objetivo, propágulos coletados nos limites norte e sul da distribuição da espécie serão cultivados em condições controladas de crescimento sob diferentes regimes de temperatura, o que permitirá comparar os efeitos de um mesmo ambiente sobre populações diferentes e também o efeito do aumento da temperatura sobre cada uma das populações. Serão realizadas avaliações periódicas de caracteres ecofisiológicos essenciais e análises dos padrões e níveis da expressão gênica por sequenciamento massivo de RNA (RNA-seq). Os resultados obtidos terão grande importância para medidas de conservação e para tomadas de decisão em planos de manejo e restauração desses ecossistemas frente as expectativas de MCG.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BAJAY, STEPHANIE K.; CRUZ, MARIANA V.; DA SILVA, CARLA C.; MURAD, NATALIA F.; BRANDAO, MARCELO M.; DE SOUZA, ANETE P. Extremophiles as a Model of a Natural Ecosystem: Transcriptional Coordination of Genes Reveals Distinct Selective Responses of Plants Under Climate Change Scenarios. FRONTIERS IN PLANT SCIENCE, v. 9, SEP 19 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.