Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de falha de juntas mecânicas de GLARE Fadigadas após envelhecimento higrotérmico associado à ciclagem térmica de grande amplitude

Processo: 13/27030-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:José Ricardo Tarpani
Beneficiário:Fabio Bezzon Araujo
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil

Resumo

O projeto visa a realização da Análise de Falha de Juntas mistas rebitadas de laminado híbrido Glare com chapas de liga monolítica aeronáutica 2024-T3 (Glare / liga-Al) submetidas a carregamento em fadiga mecânica após aplicação prévia, e conjunta, de envelhecimento higrotérmico (EH) e de ciclos térmicos de grande amplitude (CT), nas duas respectivas sequências cronológicas, quais sejam, EH+CT e CT+EH.As caracterizações desses laminados envolveram ensaios destrutivos e não-destrutivos, sejam ensaios de Fadiga Mecânica e Inspeção Radiográfica por Raios-X, respectivamente, para posterior análise morfológica das falhas, por meio de Microscopia Óptica de Reflexão, Estereoscopia e Microscopia Eletrônica de Varredura.Os resultados serão comparados àqueles obtidos para idênticas juntas Glare / liga-Al, porém estando elas nas formas de, respectivamente, como-manufaturadas (conforme relatório final referente ao Proc. IC Fapesp 2005/54899-8), simplesmente envelhecidos higrotermicamente (Proc. IC Fapesp 2010/09823-1), e unicamente sujeitas a ciclos térmicos de grande amplitude (Proc. IC Fapesp 2010/09822-5).Os resultados da pesquisa auxiliarão no entendimento dos macro-, meso- e micro-mecanismos de ambos os processos de iniciação e de propagação subcrítica de trincas por fadiga nestas juntas aeronáuticas rebitadas quando expostas a ambientes extremamente agressivos potencialmente encontrados em condições reais de serviço.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.