Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de sensibilidade e especificidade de quatro algoritmos para o rastreamento do câncer do colo do útero combinando a citologia cervical e a pesquisa molecular do papilomavírus humano (HPV)

Processo: 14/06573-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Adhemar Longatto Filho
Beneficiário:Monique Ferreira Amendola
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/51221-4 - Análise de sensibilidade especificidade de quatro algoritmos para o rastreamento do câncer do colo de útero combinando a citologia cervical e a pesquisa molecular do papilomavírus humano (HPV), AP.PP.SUS
Assunto(s):Neoplasias do colo uterino   Infecções por Papillomavirus   Papillomaviridae   Técnicas de diagnóstico molecular

Resumo

O objetivo do estudo é avaliar quatro algoritmos simulados de rastreamento do câncer do colo do útero utilizando-se combinação entre a citologia cervical (em base líquida) e a pesquisa molecular do HPV de alto risco. O teste de rastreamento será considerado positivo se: 1) Algoritmo #1: a citologia cervical apresentar qualquer alteração; 2) Algoritmo #2: a citologia cervical apresentar qualquer alteração e a subsequente pesquisa molecular de HPV de alto risco for positiva; 3) Algoritmo #3: a pesquisa molecular de HPV de alto risco for positiva; 4) Algoritmo #4: a pesquisa molecular de HPV de alto risco for positiva e a subsequente avaliação da citologia cervical apresentar qualquer alteração. Serão incluídas prospectivamente 2.500 mulheres com idade entre 25 a 64 anos no ambulatório de Prevenção do Hospital de Câncer de Barretos - Fundação Pio XIII. As amostras de citologia cervical serão colhidas em base líquida (SurePath", Becton & Dickinson). A pesquisa de HPV de alto risco será realizada por PCR (Polymerase Chain Reaction), utilizando-se o aparelho Cobas X480" (Roche). Todas as mulheres serão submetidas à colposcopia no momento da coleta da citologia cervical, independentemente do resultado da citologia. Aquelas mulheres que apresentarem alteração colposcópica serão submetidas à biópsia do colo do útero nas áreas suspeitas. A acurácia de cada algoritmo será mensurada por meio da sensibilidade e especificidade. As biópsias cervicais ou os produtos de conização serão considerados os exames padrão-ouro. As mulheres que tenham colposcopia satisfatória, sem achados que justifiquem a biópsia do colo do útero, serão classificadas como "negativas" para doença. Os respectivos intervalos de confiança (95%) dos indicadores de acurácia serão calculados para que os quatro algoritmos possam ser comparados entre si. (AU)